terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Lendas do Sul- Alemão Caio




























Por Cris Engler




" O mais importante do surf é a diversão, o esporte, o contato com a natureza, o mar, deslizando na onda, o mar passando por cima da tua cabeça, pegando um tubo, essa sempre foi para mim a maior diversão". Alemão Caio


A praia da Guarita, em Torres foi o berço do surf no Rio Grande do Sul, lá surgiram os primeiros nomes do surf gaúcho, e Caio Chaves Barcellos, o Alemão Caio, é um destes nomes que começou as suas manobras naquela bela praia do litoral norte do estado.

Ainda menino, Caio já gostava de pegar jacaré e "cortar" as ondas com as planondas de isopor. A planonda era a grande sensação daqueles verões de 66/67, na praia da Guarita. As crianças pintavam, forravam com tecidos coloridos, colocavam quilhas, era a diversão da garotada.

No verão de 1968, com 11 anos, Caio ganhou a primeira prancha de surf de presente de Klaus e Jorge Johannpeter, a prancha era enorme, uma das primeiras São Conrado, devia ter uns 12 pés, mono-quilha, na época era tudo mono-quilha, pesada pra caramba, para carregar precisava de uns quatro guris que mal conseguiam aguentar o peso. O pai, Pedro Chaves Barcellos pagou contrariado 200 cruzeiros aos irmãos Johannpeter, porque não queria que o filho pegasse ondas.
Foi ai, que Caio começou a pegar gosto pelo surf, na mesma época que Roberto Bins Junior, Lale, Alizinho, Marco Antônio Silva (filho do Dirceu Silva), Paulinho e Mico Sefton, o Mico era menor, o próprio pessoal mais velho, Jorge, Klaus e Fritz johannpeter, Fernando Sefton e Valdemar Bier, foi ali que começou, onde se formou o que hoje todo mundo chama de galera, se formou ali um tipo de família, que no final de semana se reuniam, pai, mãe, filhos, primos e amigos, era uma turma enorme, tudo muito diferente. Caio relembra "O surf era clássico, mais free surf, o real espírito do esporte, que é ir à praia, ficar pegando ondas com os amigos em um lugar bom, curtindo tranqüilo". E assim se passavam os dias na Guarita, todo mundo se conhecia.
"As melhores lembranças é de poder ter vivido e passado por aquela época". Finaliza Caio.
fotos: Caio Campeonato de surf Gaúcho Guarita/ Torres Fotógrafo Neni Ribeiro
Caio no Hawaii arquivo pessoal
Caio campeonato gaucho de surf Torres Guarita fotógrafo Vitor Teixeira

205 comentários:

1 – 200 de 205   Recentes›   Mais recentes»
Duda disse...

uau gatinho! onde eu estava em 1966?...

Anônimo disse...

Me falaram que no final dos anos 70 o Alemão surfava Waimea, de gala, feito surfista local. Ficou até conhecido por certas loucuras que fez em ondas gigantes. Pena que não se tenha o registro disso, escrito ou em imagem.

Roberto

Origem Retratos e Relatos do Surf disse...

Roberto
Mais em frente trarei outros relatos do Alemão Caio e trarei fotos dele surfando Waimea.
Abrçs
Cris Engler

mariano disse...

I know everything about Caio. Should he have the same opportunities today's surfers have......Oh My God, Caio's problem was: He was 300 years ahead of his time. Believe me, I have been around the world, this kid, when he was a kid, was the ocean. Too bad we do not have a time warp to put everyone together, yes and YES as a Brazilian Gaucho, few surf like he did.

Mariano Haensel

Julio Aguiar disse...

o ídolo de vocês matou a mulhr e está na penitenciaria de osorio surfando em pau de preso!!!!

Anônimo disse...

http://zerohora.clicrbs.com.br/zerohora/jsp/default.jsp?uf=1&local=1&section=Geral&newsID=a3320877.xml

Anônimo disse...

Esse cara não é aquele que apresentava o programa "Realce" na TV Pampa nos anos 80 ??

Anônimo disse...

http://www.gazetatorres.com.br/component/content/article/49-destaques/1029-crime-passional-em-torres.html

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Alemão Caio sempre foi um playboizinho arrogante, como a maior parte desta geração do surf do Rio Grande do Sul. Gente alienada, tiveram a juventude regada a muita maconha e cocaína...este perfil de vida saudável de surfista é apenas vitrine para jovens que se tornaram adultos medíocres, quase todos perdidos e sem profissão definida.

Anônimo disse...

Vai surfar na cadeia, por do sol só quadrado. É uma pena que quem tem dinheiro no Brasil não vai preso, e isso ele já sabia antes de matar o cara.

Mariana disse...

A geração do surf do RS, esta dos anos 80, a que pertenceram o Zeca e o Caio foi uma geração totalmente burra, alienada, desintelectualizada. Vindos de familias com poder aquisitivo sobrava a prepotência das familias bem nascidas da cidade, faltava educação e cultura. Quase todos que conheço desta geração hoje são notórios picaretas ainda drogados.

Anônimo disse...

Sabemos todos que este crime não vai dar em NADA. Não há Justiça neste país, o que irá acontecer??? A luta de direto (direito pendendo para quem tem dinheiro para pagar os melhores advogados). Judiciário hipócrita, que favorece magistrados se locupletarem as custas do dinheiro público. SOCIEDADE MEDÍOCRE E SEM VALORES. A C O R D A !!!!

Anônimo disse...

Logo,logo tá na rua...

Claudio disse...

Desassociem a imagem do Alemão surfista com a que aparece nas páginas policiais. Ele prestou um ótimo serviço para o surf na região sul. O fato dele ser de uma família tradicional não o torna melhor ou nem pior nesse caso, pois pobre também faz isso. Sabe-se lá onde estava a cabeça dele quando fez esse absurdo.

Anônimo disse...

Baja bar agora é Baja cana dura!

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Cristina disse...

Impressionante a rapidez com que as pessoas sao capazes de condenar uma pessoa...antes do crime, ele era o caio maravilha, gatinho, que surfava em Waimea...agora que ele ta na merda,doente e ferrado pra sempre, pois mesmo que a justica falhe, o meio em que ele vive o condenara, voces poe a merda toda para fora, inclusive dizendo coisas que nao tem nada a ver com o crime que ele cometeu...pq nao falaram mal antes? O que ele fez foi sim uma barbarie, mas tambem fez muita coisa legal...conheco gente de familia rica que eh um merda, de familia rica que eh super legal, tem tambem pobre de merda e pobre legal...quem nunca errou, que atire a primeira pedra. Julgadores de plantao deviam ter mais personalidade e colocar suas opinioes antes da merda toda. Analisem suas vidas e cuidem bem delas!

Marcelo kaneca disse...

gente, eu estou deixando esta discussão aberta porque detesto censura, mas acho gozado que as pessoas que falam mal do Caio ficam no anonimato, enquanto quem fala bem se identifica.
Vou continuar com esta discussão aberta, mas quem postar palavrões ou ficar no anonimato, eu vou apagar.
Quero deixar claro que o Caio foi uma pessoa muito importante no universo do surf, que é o objeto deste blog.
As páginas policiais nunca foram nosso objetivo.
O que o Caio fez ou fizer depois não muda sua importância, bem como o fato de que tanto ele quanto o Zeca eram igualmente queridos amigos.
Não sei o que aconteceu direito, sinto muito pelos dois, e acho que devemos respeitá-los.
marcelo kaneca

Leonardo disse...

Já tava meio ferrado pela idade (54ARGH!!)com sobrepeso e pela calvície. O que importa é que antes deste trágico acontecimento ele curtiu muito a vida e a juventude, além de sua contribuição inestimável para o surf em todas estas décadas.

Cesar disse...

Olha é muito fácil postar comentário querer acincalhar o cara dizer que é isso aquilo ou aquilo outro, pois acho que 99 % das pessoas que postam aqui não conhecem o cara, o que aconteceu seja lá porque motivo seja não tem perdão, não tem porque e nem explicação o que o Caio fez é sim de´plorável, mas gente eu não queria estar na pele dele agora, deve estar sofrendo e assim que tiver conciencia da dor que causou a vida dele também estará rebentada.
Realmente o Ser Humano á capaz de coisas inacreditaveis.
Obrigado ao Marcelo por deixar esse canal aberto.

juca disse...

filho de papai nunca soube perder, é um covarde , se fosse na vila hem. foi na mais alta sociedade dos bacanas acham que com eles nunca acontece nada de ruim
tai

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
cau disse...

Sou amigo do alemao e lamento muito o ocorrido. Tem coisas nesta vida que a gente nao consegue explicar. Tenho certeza que ele vai ter que pagar pelo feito mas nao cabe a nos julgar antes que tudo seja esclarecido.

Jet li disse...

Concordo com a Cris , é fácil esculhembar e chutar depois de fato consumado , nada justifca a barbárie quanto a parcialidade da justiça ... Todos sabemos que cadeia é para pobres , mas a maior condenção do alemão será sua própria consciência , essa sim será sua pena perpétua !
Todavia , condenar toda a tribo do surf por causa de um ato impulsivo e totalmente passional isso sim é um crime ! Cara, voce está sendo tão ou até mais agressivo , preconçeituoso e radical , a intolerancia moral , política e religiosa é o maior fator das guerras desde os primóridos até os dias de hoje !
Nunca ví , nem conversei com o Alemão Caio pessoalmente , até então ele sempre foi um ídolo\lenda de surf para mim e o que ele fez com a própria vida dele foi o resultado de suas escolhas ... Cuidem mais de sua família , mulher , filhos e todos aqueles que o cercam , talvez se ele tivesse alguém próximo que realmente o aconselhá-se ele não teria cometido tal atrocidade . tenho certeza disso pois já evitei algumas tragédias com um franca e sincera conversa de amigo...

Que DEUS , conforte as famílias!

NAMASTÊ !

Anônimo disse...

O Alemao Caio sempre será o nosso ídolo, ícone do surf...

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Toda essa tragédia está desesperando as duas famílias, na verdade a Ivanise foi disputada pelos dosi e agora não será de nenhum

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Eduardo SC disse...

Sempre tive uma opinião formada sobre o Alemão quanto a sua personalidade e preferencia quando ainda vivia aqui na Silveira, em Garopaba. Vejo que muita gente também tem esta visão, e que ele não deve ter mudado muito mesmo. Apesar de tudo, devemos lamentar sim pela morte do Zeca Bezerra. E torcer para que desta vez ele entenda o tamanho da encrenca que se meteu pegando muitos anos de cadeia. Ao jet li que não se identificou em seu comentario, cadeia é feita pra vc, pra mim e pra quem não tem seus principios morais e não tem educação suficiente pra viver entre nós. Não para pobres, ja que vc foi infeliz nos comentarios. Preconceituoso pra ser mais exato. Assim vc estará se comparando a estes ricos que não tem medo da justiça. Mas ela vem e a incomodação é grande até vc ser realmente preso. Imagino que não vale a pena nem esperar o tempo que justiça leva pra te botar realmente na cadeia. Se o alemão ainda sim disser que não está arrependido, então é que ele não tem mais jeito mesmo.

Anônimo disse...

O pó branco destruiu a personalidade do alemão Caio, fazendo muitas loucuras ele tinha um comportamento que beirava a esquizofrenia...talvez ele até tivesse nascido com a doença e a dependência química só ampliou o universo louco dele. Já o Zeca era muito carismático, ótima pessoa, muito acessível, conversei várias vezes com ele, por isto ele acabou assassinado... os esquizofrênicos costumam matam pessoas próximas, por inveja ou alucinações, o Caio não é psicopata, estes são frios e matam com total indiferença... Acho que o Alemão Caio vai pro manicômio...

Anônimo disse...

Não conheço o Caio nem sua contribuição ao surf! Não sei se é de família rica ou pobre, usa ou não drogas, é boa pessoa ou não... Isso agora não importa. O que importa neste momento é que uma mãe e um pai perderam seu filho querido...talvez um filho ou uma filha tenham perdido o pai...Um crime passional inadmissível, falta de amor próprio, de se valorizar. Vai passar o resto da vida na cadeia.....é uma pena. Para a famíla do Zeca vai ficar a ausência dolorosa...uma falta que não será preenchida...

Luciano Moraes disse...

Achei este site:

http://www.gazetatorres.com.br/component/content/article/49-destaques/1029-crime-passional-em-torres.html

Anônimo disse...

Só uma pessoa doente para fazer esta loucura...cadê os amigos do Caio?nesta hora eles somem se ele tivesse um amigo de verdade e não só de festas,com a sensibilidade de ver que o amigo esta fora de si,de um jeito ou outro algo poderia ser feito...geralmente qdo alguém esta na pior os amigos somem...se fosse ao contrario todos estariam no lado dele...tempo de Fratello sempre estava rodeado de amigos...e demonstrava PAZ...

Anônimo disse...

Maria
Tenho muita pena do Zeca que se foi e o Alemão com certeza não teve noção das consequências do que fez, inclusive devido a seu filho ter presenciado tudo.
Nas horas amargas os amigos desaparecem, isso aconteceu com o Caio, poucos ajudaram, mas cansaram,esqueceram.... infelizmente esse mundo é cruel e a DROGA está aí!!!

André disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Denise disse...

Cristina
No momento em que ele MATOU alguém, apaga "todas as coisas boas" que eles fez, para mim quem faz isso é SEM CARATER, BANDIDO, ASSASSINO tudo que e de ruim que existe numa pessoa, MATOU, tu tem conciência disso? Tirar a vida de outra pessoa. Tu acha pouco ele ser julgado aqui no blog? Estar na "merda", sem dinheiro, não é desculpa pra ficar matando, doente? só se for você defendendo um ASSASSINO desses, pois que apodreça na cadeia ( o que duvido muito),o "ídolo" e um assassino, isso é FATO, VERDADE, e nem você, nem ninguém poderá tirar essa "mancha" do surf, pois cada vez que falarem no Caio Alemão, o assassinato vai estar presente, não quero um ídolo desses para o meu filho que também é surfista.

Anônimo disse...

Conhecemos muito bem o Caio, temperamento forte, muito amigo do meu ex-marido,jamais pensei que pudesse vir a cometer essas atrocidades...Mas de uma coisa tenho certeza da última vez que o vi estava a tratar da esquisofrenia e da dependencia quimica...o que contribiu pata acabar com sua vida pessoal e profissional.Realmente nestas hs os amigos somemmm...resta a familia...se ainda tiver...Que Deus te perdoe e te ilumine !!!

Anônimo disse...

Muito surfei com Caio na Silvera.Só lamento pelo ocorrido com o Zeca.Eu era amigo de ambos...
Gostaria de estar sonhando ... mas é a realidadeee nua e crua !!!
Mas para mim continua sendo o Caio meu ídolo do surf... porque temos que diferenciarmos surf é surf... e já passou essa eraaa...
E os acontecimentos recentes nao apagam o passado!!!
Força alemáo!! Marcelo

Anônimo disse...

QUANDO COMECEI A SURFAR NOS INICIO DOS ANOS 80 EU VI ESSE PESSOAL TODO METIDOS A BESTA LA EM TORRES,CONVIVI VENDO-OS DE LONGE ,E NAQUELA EPOCA JA ESTAVAM CONHECIDOS COMO OS( TAIS DO SURF).....SO FALAM E FAZIAM BESTEIRA,UNS POUCOS ANOS DEPOIS,CONSEGUIRAM EVOLUIR...E LARGARAM AS BABOSEIRAS QUE FAZIAM E FALAVAM,OUTROS COMO ESSE ALEMAO CAIO...CONTINUOU SE ILUDINDO PELA VIDA A FORA....E VEJA NO QUE DEU...DIGNO DE UM POBRE COITADO,MELHOR SERIA SE SUBISSE NO MORRO DA GUARITA E LA DE CIMA SE JOGASSE AS PEDRAS!!!!!!!

Adriana disse...

Gente,

a mente humana é uma coisa muito séria, ele estava muito doente. Essa doença pode ter sido derivada de vários fatores, educacionais, orgânicos, patológicos entre outros. O fato é que ele estava muito doente, tratando da sua esquizofrenia e da dependência das drogas, o que realmente podem estar relacionadas. Caso alguns não saibam, ele atentou contra a própria vida, sobreviveu, e ai eu me pergunto: -onde estão o médicos psiquiatras que estavam responsáveis por este doente? Como puderam deixar sem acompanhamento? ou será que ele fugiu? Ele, como todos nós, tem defeitos e qualidades, qualidades essas que foram muito bem aproveitadas pelos "amigos" enquanto ele podia oferecer alguma coisa, e que muito provavelmente são esses covardes que não se identificam e julgam pesadamente, com um ponto de raiva, não pelo ocorrido, mas por alguma inveja passada, e talvez na hora que podiam ter ajudado, se omitiram, ou até se divertiram com a situação. Não adianta mais nada, ele ja fez o pior, talvez até nem venha se dar conta, pois está fora da realidade, esta doente e ai, não nos cabe mais opinar e sim prestar solidarieade a família do Zeca, a Ivanise e Cia, e até a dele também, que devem estar muitíssimo chocada com isso tudo. Devemos olhar o redor e ver se isso não pode se repetir com outros próximos nosso, e não nos omitirmos de novo

Anônimo disse...

Adriana,
Mesmo que ele estivesse em tratamento não dá pra responsabilizar os psiquiatras. Nenhum psiquiatra pode manter um maior de idade (e não interditado civilmente) internado, contra a sua vontade. Apenas a família poderia, e acho que precisaria de uma ação judicial para tanto (de uma interdição, no mínimo). E não estando internada a pessoa pode parar de tomar a medicação prescrita (para a esquizofrenia, por exemplo, já que se falou nisso). E quem será o responsável? E no caso de alguém que já perdeu os pais (como parece ser o caso), como se faz para interná-lo a força? Sobrariam os irmãos (se existem) para tomar alguma atitude. Mas será que se pode responsabilizá-los (moralmente) caso não forcem o irmão a se internar? Eu penso que não, porque internar alguém a força é algo muito complicado. Enfim, é uma situação complicada esta de um adulto com problemas psiquiátricos, precisando internação, especialmente se os pais já morreram.

ANDRÉ disse...

O comentário da internauta "Mariana" fala tudo. Surfo desde o início da década de 80. Alemão Caio e Cia são exatamente assim: F R U S T R A D O S PROFISSIONALMENTE, SÓ VIVEM DO SOBRENOME

cesar disse...

Eu também concordo com a Mariana. E acrescento: O que moveu este sujeito é uma coisa chamada vazio.

Nara disse...

Concordo com André, Cezar e Mariana. Conheci esse povo de vista nos anos 80 quando pegava onda. Gente metida, que acha que são únicos no mundo. Em Garopa então. Credu!! Dava e ainda dá até nojo.. Faltou humildade... Faltou um pai para impor limites.. Faltou alguém pra dizer que todo mundo merece estar aqui. Agora paga o preço da arrogância!! E PQ SURFISTA TEM QUE SER ^~AO METIDO E CHEIO DE POSE?? Como é ridículo ver a "fazeção" em Santa.. É muito ridículo. As vezes parece que gaúcho queria ter a marra netural do carioca e não consegue rsss

Anônimo disse...

PLAYBOY SEM NOÇÃO ELE SEMPRE FOI ....agora vai paga ...vão entuba ele na cadeia e aqui em garopaba ele nao pisa mais esse e o melhor de tudo, rabiador fura olho corno esse cara merece ta onde ta agora ......

Anônimo disse...

Conheci o alemão na praia no começo da década de 70. Lindo, querido, a coisa mais fofa... Dá pena ver agora que chegou ao fundo do poço. Culpa de quem? Da educação permissiva, da falta de limites, ou simplesmente do maldito pó?

Anônimo disse...

Concordo com todos os que disseram que era um arrogante prepotente e filhinho de papai babaca.Convivi de perto com ele e todos os outros imbecis de Torres, Atlantida,donos de Santa Catarina,ignorando os surfistas locais.Todos drogados, infelizmente muitos dos amigos de antigamente , em igual posicao social , hoje se encontran na mesma situacao psicologica, doentes ,camuflados pelas familias, ja muitas delas em situacao financeira duvidosa.Nao tenho nenhuma pena do sujeito, e vou alem a mulher tambem nao era la muito fina.O ex namorado dela e o falecido Bambam, outro marginal, mas esse vindo das camadas mais baixas de nossa sociedade, mas na verdade os dois se enquadram em minha opiniao na mesma categoria,como diria um grande parceiro ,desprovidos de carater.

Anônimo disse...

NÃO INTERESSA O PASSADO... TEM QUE PAGAR PELOS ERROS.

LOCAL DE TORRES

Ricardo Gomes disse...

Mariana , vc disse tudo... conheço bem estes Seftons, Yohanpeter e Chaves Barcellos entre outros que circulavam em Torres, Atlantida e Garopaba nos anos 80 com slogans de surf é vida, viver é surfar...Gente alienada, burra, sem rumo e totalmente vazios, usavam seus sobrenomes bacanas para se acharem os donos do mundo. Muita cocaína, muita maconha e pouca visão de mundo e objetivos para a vida madura. Envelheceram mal, quase todos sinda levando suas vidinhas de adolescentes tardios, escondidos atrás de sobrenomes conhecidos...é uma geração perdida de gente completamente desnecessária e inutil para a sociedade.

Evelyn disse...

Este triãngulo amoroso é composto de gente da mais baixa laia do RS. Podem todos ter o sobrenome que quiserem, mas são gentinha da pior espécie humana, gente completamente decadente encobertas por sobrenomes famosos na cronica social de Zero Hora. Quem os defende por te-los conhecido na certa faz parte deste clube de parasitas sociais da nossa cidade.

Ana Silveira disse...

Geeeeente! Que coisa mais absurda a viúva querendo aparecer a qualquer custo no Jornal do almoço e na Band contando a sua história e fazendo caras e bocas de botox e preenchimentos....onde chega a vontade de super exposição do ser humano e a vontade ser celebridade a qualquer custo...Com tudo que passou ao invés de recolhimento, dor, sofrimento e luto, a perua está nas TVs fazendo alegorias do crime cometido! Em que mundo nós estamos!!!!!??? Esta gente toda se merece mesmo....é tudo lamentavel e só posso dar razão aos comentários de alguns internautas acima...que gente medíocre...

Anônimo disse...

Esses acontecimentos acabam por lançar um holofote sobre uma geração de "filhos do poder" com sua onipotência, arrogância e superficialidade. A "geração Collor de Mello". Conheci alguns desses caras e a definição da Mariana aí acima é bem real. Em uma época nebulosa do país, foram os caras que "surfaram encima da onda em que nos afogamos"..não que eu não ache o surf como esporte uma coisa ótima, gostosa e saudável. Fernandão.

Anônimo disse...

Quinta-feira, 02 de Dezembro 2010 / Edição Nº 4.475 CAPITAL 1º GRAU DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO-RS
POSSE DE DROGAS 001/2.10.0028581-0 (CNJ 0285812-18.2010.8.21.0001) -
JUSTIÇA PÚBLICA X JOSE AUGUSTO BEZERRA DE MEDEIROS NETO E IVANISE MENEZES CHAVES BARCELLOS. ACOLHO A PROMOÇÃO DO M. P. (FLS. 306 A 308).
INTIME-SE A DEFESA DOS AUTORES DO FATO, POR N. E., PARA QUE DIGA SOBRE O INTERESSE NA ACEITAÇÃO DA PROPOSTA DE TRANSAÇÃO PENAL FORMULADA PELO M. P. (FLS. 306 A 308), CONSISTENTE EM 12 FREQUÊNCIA A GRUPOS CONTRA A DROGADIÇÃO, SUPERVISIONADO PELO CIARB, PARA
CADA AUTOR DO F ATO, NO PRAZO DE DEZ DIAS.

Mariângela Muller disse...

Excelente o comentário do último anônimo que escreveu...sôbre prepotência, arrogância e superficialidade e sobre o que ele chamou de geração "Collor de Mello", excelente sua análise. Conheci os três personagens pois todos tinhamos 20 anos nos anos 80 e sei que esta turma era frívola e superficial, assim como esta parte da elite portoalegrense tão preocupados com seus próprios umbigos e idiossincrasias. Todos eram farinhas do mesmo saco, cresceram usando drogas, vivendo uma eterna adolescência e sem profissão definida, mas se orgulhando dos seus nomes e das suas decadentes famílias.

Jet disse...

Ao Eduardo SC :

Prezado , Eduardo ! Creio que realmente não entendeste o que quis dizer , todavia , respeito sua opinião e quando me referi aos pobres (financeiramente) tb me incluo nesse grupo . Ok ! Haja visto que Garopaba só conheço via de fotos . (não tenho tempo nem dinheiro para tal LUXO )OK ! Coisa que vossa senhoria graças ao suor de sua Labuta deve ter conseguido . Ok! , todavia caráter ou bom senso não estão diretamente ligados a Saldo Bancário ou a Sobrenome da Elite , era isso que eu infelizmente tentei erroneamente passar e sem condenar A ou B , enfaticamente continuo à afirmar : é facil condenar depois do fato consumado , Veja bem : não quis defender nem tomar partido de ninguém .
Na verdade , todos os que não conheciam pessoalmente o autor , ficaram surpresos , porém , vc deveria conhece-lo bem e de forma má , respeitando o teu comentário e sem querer te colocar na cadeia como me desejaste , teu comentário teve tom pessoal e vingativo . Que tb é de certa forma ofensivo e violento , colocaste tua IRA pessoal , algo totalmente dispensável num momento desses , esqueceu-se que o Mal carater que tu te referistes tb tem um filho que presenciou o fato . Como será o futuro dessa criança ? AMIGO PRECISAMOS DE PAZ NO MUNDO !

UM ABRAÇO !

Jet disse...

Ao Amigo Dudu ...

Só para descontrair :

"Eu prefiro ser...
Essa metamorfose ambulante,
Do que ter aquela velha opinião
formada sobre tudo..."

O autor dessa frase tu conheces..

UM ABRAÇÃO TCHÊ !

PS : Despeço-me por aqui , fiquem na PAZ !

Anônimo disse...

Na minha opinião,uma morte anunciada, bastante previsível. Ele quis lavar sua honra com sangue. Não aceitou que a mulher o deixasse, ficando com sua casa,seus bens e seu sobrenome. Ela, mesmo sabendo que ele estava transtornado e assediando-a constantemente tentando reatar o relacionamento que chegara ao fim,quase como um ato de provocação, comete a imprudência de levar para morar na casa dele o seu arquirival.Eles deveriam ter partido pra bem longe dele, mas não, ficaram ali próximos, alimentando ainda mais a sua sede de vingança. Existem muitos homens, para os quais ainda impera a legítima defesa da honra, que não aceitam isso. Um barraco na classe média alta.Uma gentalha. Saíram das colunas sociais direto para as páginas policiais.Lamentável.

Jet disse...

Tb , concordo em partes contigo anonimo , no que tange ao usar o sobrenome para status e tb qto IRA que deve ter despertado , haja visto a sociedade machista , possessiva , egoísta e hipócrita em que vivemos .
Tragédia anuncida , que poderia talvez ter sido evitada , dado ao histórico policial contubardo desse relação de amor e morte .

Anônimo disse...

e verdade ! a decadencia dessa sociedade meio que hipocrita dos tais cocotoes de porrrrrto, tem que abrir o olho senaum novas tragedias podem vir a acontecer... vou dar so uma barbada, tem um desses ai dessa turma que chegou em Torres para estudar na ulbra com uma BMW, em menos de um ano ele nao tava mais na ulbra e cherou toda a BMW... pertencia a esta mesma turma de surfistas paneleiros e impostores que pintavam por Torres entre os anos 70 e 80... se esse assassino ai foi ou eh um idolo do surf, o que sobra para ROdrigo Pedra entau... este sim eh um idolo do surf gaucho, pessoa na qual qualquer um jovem possa vir a se espelhar e admirar... nao este drogado, que la pelo fim dos anos 80 deixou um garoto menor de idade em estado de coma, em uma agressao covardi junto com mais dois comparsas, isso esta nos jornais da epoca eh so procurar, pelo jeito nao aconteceu nada, pois ninguem comenta isso. mas la em Torres muita gente sabe do ocorrido...

Rogério disse...

Oi Marcelo, bem interessante vc deixar aberto este canal e me parece que está havendo com este episódio uma catarse de lembranças por parte de muita gente desra geração do surf dos anos 80, ou que conviveu, ou conhecia as pessoas envolvidas neste crime, e por serem conhecidos de muita gente acabou chocando. Estamos acostumados a crimes passionais nos jornais seguidamente, mas estes normalmente vem das camadas mais baixas da sociedade. Acho que muitos que estão deixando aqui seus depoimentos viveram esta época e parecem deixar depoimentos com muita propriedade. Abraço

Marcelo kaneca disse...

Pois é Rogério, eu estou assistindo tudo de camarote, acho interessante todo este ódio que os surfistas mais antigos causaram na garotada do sul, é uma surpresa que merece reflexão.
Só estou cortando agressões covardes e desnecessárias aos dois.
Também merece reflexão o nível dos recalcados que aparecem.
abraço

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

O dono da coluna tambem e da mesma turminha, veja bem o termo usado por ele para designar as pessoa que aqui deixam suas opinioes criticando o comportamento do payboy matador,RECALCADOS, nao deixo meu nome aqui por que como a historia diz, a turminha e da pesada,ficha policial,porte de drogas, pessoas agredidas ate o estado de coma,e assasinatos.

Marcelo kaneca disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marcelo kaneca disse...

Meu chapa, recalcado pra vc é até elogio.
Ainda bem que a carapuça serviu, porque quem não é recalcado e está apenas expressando opiniões, mesmo que diferentes das minhas, tem todo o meu respeito.
Vc devia ir ao médico, porque vc tem os mesmos defeitos das pessoas que vc tanto odeia.
Aproveito pra te lembrar que vc não está na sua casa, isto aqui é um espaço público e vc devia ter um pouco mais de respeito.
Tudo que eu posto tem o meu nome. Cadê o seu?

Anônimo disse...

Eram surfistas, prepotentes,arrogantes, covardes, viviam em alcatéias a espreita de alguém incauto, filhinhos de papai, maconheiros, cheiradores, alienados, não queriam estudar.
Hoje são EX-surfistas, prepotentes, arrogantes, covardes, sem sucesso profissional, vivem sem dinheiro "com a corda no pescoço" e à espreita que possam encontrar uma mão verdadeiramente amiga,continuam maconheiros, cheiradores, por não estudarem não encontram saída de suas situações problemáticas. Conheci bem essa gente. Gostavam muito de atemorizar as outras pessoas. Eram muito valentes quando reunidos em alcatéias. Parece-me que a rapaziada do surf de hoje é muito melhor.

Anônimo disse...

Isso é história de pessoas viciadas em drogas e fracassados na vida.

Anônimo disse...

HIGH SOCIETY
(ou Um Folhetim Barato)
Filho assiste o pai assassinar o amante da mãe em frente da mesma.
Eu não sei que tipo de ídolo é esse.

Mariana disse...

Olá Marcelo kaneca,
Como vc vê, teu site em homenagem ao que vc chama de lenda do sul acabou se transformando em um fórum de discussões sobre os rumos de uma geração. Este espaço está sendo um local democrático onde em geral pessoas que viveram aquela época estão deixando depoimentos sobre o que " a lenda" e seus companheiros de mar deixaram em suas lembranças. Conheci a todos desta geração e sei o quanto não deixaram saudades por onde passaram, a não ser talvez pela sua própria turma. Acho que tu rotulares de recalcados, quem está deixando sua opinião sobre estas pessoas é inapropriado. O que vale é quem fez parte desta geração fazer uma reflexão para quem sabe educar seus filhos com mais educação, cultura, bons valores e respeito ao próximo.

Osório disse...

Vc que fez comentário logo acima me parece ter toda razão...a gurizada do surf de hj em dia parece bem melhor que esta dos anos 80, que eu como quarentão conheci bem. esperamos que sim, que estes sejam gente mais educada e civilizada que esta galera " das antigas" tão mediocre e não merece ser chamada de lenda de coisa alguma.

Anônimo disse...

Bom pessoal eu sou e vou continuar anonimo por que como disse antes a Turminha eu conheco muito bem, e ate bem melhor do que se pensa e sao covardes.Estudei no IPA, Anchieta nos anos 80, e convivi pessoalmente com a famosa galera. Muito bacana os ultimos comentarios, estamos aqui debatendo uma geracao que nao deixa saudades, sim esperamos que a galera do surf seja hoje e e melhor do que eles.Muitos focados na saude no preparo fisico, no controle da mente atraves da Yoga, do nao as drogas, surfistas de Dus, isso definitivamente aconteceu depois da geracao Alemao Caio. Nao deixo o meu nome por que como se viu o moco ficou bastante irritado, muita ira.E se formos analisar os comentarios do Senhor KANECA, saos os menos democraticos , uma influencia grande da arrogancia de seus companheiros e nitida nocao de ser superior aos recalcados.Beijos Kaneca, o teu parceiro ja ta alegando insanidade mas se colocar uma cocainazinha na frente dele rapidinho ele sabe o que fazer.Existem coisas que achamos certo ou errado que sao questionaveis, matar uma pessoa na frente do filho, E ERRADO.

Anônimo disse...

Eu também vou continuar anônimo. Eu escrevi - Eram surfistas, prepotentes,etc... Hoje sou cinquentão. Deu p'ra ti anos 70. Lembram-se da peça de teatro? Estudei no Colégio Anchieta na década de 70. Conheci todos eles, aliás, convivi diariamente com eles todos. Não eram nada agradáveis como pessoas. Na segunda metade da década de 70 fui estudar no exterior. Sou bem nascido, de família tradicional de pecuaristas. Meu pai e minha mãe ensinaram-me a ter valores, a ser generoso com as pessoas, respeitá-las, tratá-las com dignidade. O valor de uma pessoa não está no que possue, mas sim no seu caráter e nas boas obras que faz para ajudar seus semelhantes. Procuro ser util a minha sociedade, e tenho conscência de que devo dar exemplo de bom cidadão para melhorar nosso Brasil.Quero passar aos meus filhos valores que dignifiquem a pessoa e que sejam úteis para a sociedade.

Marcelo kaneca disse...

Olá Mariana, acho que vc não entendeu a quem eu chamei de recalcado, nem por um momento me referi a quem está postando opiniões, mas sim a quem está agredindo e xingando no anonimato.
Vc está postando em seu nome, e eu respeitosamente estou te respondendo no meu. Se a gente concordar ótimo, se não, reafirmo o que disse antes, respeito todas as opiniões, tanto que não exerço nenhuma censura neste blog, a não ser a pessoas que ficam xingando e descarregando seus recalques, e ai volto sim a dizer esta palavra.
Este é um blog sobre a memória do surf, de quem escreveu a seu história. Eu acredito que o futuro não apaga o passado, senão a gente só poderia falar de gente morta.
O Caio foi muito importante sim, no cenário do surf gaúcho, e se a vida dele depois tomou um rumo menos nobre, é pena, mas como vc mesmo disse, é necessário fazer uma reflexão para quem sabe educar seus filhos com mais educação, cultura, bons valores e respeito ao próximo.
E usar estes mesmos valores no trato ao próximo, coisa que as pessoas que chamei de recalcados não estão fazendo. Xingar e ofender não vai esclarecer nada.
Um abraço,

Kaneca

Anônimo disse...

E ai Kaneca ????????????????? E agora. Sera que o Alemao Caio vai dividir um quartinho la no Hospital com aquele cara que atropelou os ciclistas.

H Romeu Pinto disse...

Bem, apesar de estar dentre aqueles que abominam essas figurinhas tarimbadas da provinciana sociedade gaúcha que estão mais para ratos-de-armazen do que para qq outra coisa, devo admitir que todos estamos sujeitos (em maior ou menor grau) a cometer besteiras semelhantes à do alemão caio (pq será que a zero hora o trata apenas como "carlos"?). Lembrem-se das tão corriqueiras brigas de trânsito, brigas com vizinhos, cunhados, enfim.. basta o lado animal falar mais alto e pronto, a besteira tá fei

Anônimo disse...

H Romeu Pinto disse: "devo admitir que todos estamos sujeitos (em maior ou menor grau) a cometer besteiras semelhantes à do alemão caio".
Pois eu digo para você: fale por você e pelos seus. Não sei quais são seus valores, mas certamente não são os mesmos que os meus. Se sua experiência de vida pessoal lhe dá sustentação aos seus argumentos, saiba que minha experiência de vida difere em muito da sua. Talvez você esteja se identificando com o Alemão Caio, ou ao menos está tentando autocomplacência com seus próprios atos do passado.

Lucia disse...

C0nvivi com o Caio e a Didi durante a juventude dos dois. Eventualmente durante a vida toda que estiveram juntos.Sempre foram gentis e extremamente educados comigo e com todos da minha familia. Sabia dos problemas que tinham com a droga adicao como muitos da geracao deles e com certeza de muitos da geracao atual. Quem somos nos para julgar? Estou de luto pelo Caio, pela Didi, pelos filhos, pelas familias, pela morte de seu ex amigo e por todos aqueles que nao conseguem entender o fragelo das drogas que transformam o ser humano nao so assassino de vidas mas de sonhos.
Lucia

vera disse...

Li todos os comentários e realmente dá pra se fazer uma pesquisa sociológica e antropológica sobre os desdobramentos desta discussão...Muita gente aqui fez este episódio com gente conhecida de POA fazer vir a tona momentos do seu passado e de uma época que já estava longingua nas suas memórias...TB conheci estas pessoas, aliás conheci muito bem a Didi e posso afirmar que pessoa bacana não era, que fazia parte deste mundo das drogas tb...e aliás como muita gente daquela época e daquela turma...quem não foi jovem , quem já não fumou um baseado na juventude... o problema desta gente é que continuaram nesta vidinha, tiveram filhos e continuaram nesta vida infantil...complicado...Aliás a vida provinciana desta elitizinha que nem tão rica é e que vive de aparencias em POA, é realmente muito futil e ridícula. É o folhetem da vida real, com personagens tão grotescos e futeis como as das novelinhas da Globo.

Anônimo disse...

Ex-empresário é preso por homicídio em Torres
Alemão Caio foi autuado em flagrante por matar namorado da ex-mulher, em Torres
ZERO HORA - 23/05/11

Tâmo bem de "Lenda".

Essa elitizinha de Porto Alegre é uma "lendja" - imagina se não fosse.

Anônimo disse...

Tenho acompanhado o caso,e no blog cada pessoa faz o seu comentário com sua opinião própia,eu acho que a ex esposa do Caio além de se expor ela indiretamente ta expondo o filho que com certeza deve estar sofrendo neste momento não deve ser fácil para um filho acompanhar esta situação,este momento a preocupação deste menino é o PAI mesmo sabendo o que fez e como estava nunca vai deixar de ser PAI...ele deve ter muitas lembranças boas desse PAI imagino a vontade do menino de acolher o Pai nos braços e dizer PAI EU TE AMO MUITO...Lembro do Caio feliz empurrando o carrinho do filho qdo bebê era pura felicidade...DEUS DA FORÇA PARA ESTE FILHO E ILUMINE O CAIO NESTA HORA...

Suzy Rego Grande disse...

Tinha um gordo chamado Nick Chaves Barcelos.... seria primo do alemão-homicida?

Anônimo disse...

Nao vou defender ninguem...
Apenas deixar um questionamento. No passado, o Caio fez pelo surf gaucho sim senhor, e foi o pioneiro, fez crescer o surf no estado. O mesmo estado que se orgulha de sua colonizaçao alema. No passado, os alemaes cometeram o maior genocidio cometido no mundo...Como agir? Se no passado fez-se algo de errado, tem com o que se orgulhar? Acho que agora sim, o Alemao nao tem com o que se orgulhar... Mas acho que antes disso, ele era so um ser humano aprendendo a viver...

Anônimo disse...

E o pessoal vem falar de drogado??? Quem nao foi fa de um cantor ou artista cherador, e agora quer causar polemica. Isso e recalque... ciumes, dor de cotovelo, inveja... vamos viver nossas vidas, o Alemao vai ter encontros com Deus agora ou em breve, com certeza!

Anônimo disse...

É uma pena que as pessoas da gema de Porto Alegre, que tinham tudo para obter o sucesso profissional, não foram instruídas para tal. Gente que sempre teve tudo nas mãos acaba não construindo planos para seu futuro, pois o fizeram crer que beleza e dinheiro são bens eternos. Pessoas sem objetivos na vida supervalorizam coisas supérfluas e banais. Relacionamentos sempre tem um início e um fim, claro, não necessáriamene trágicos como este.

Anônimo disse...

Nariz empinado desde criança, de família tradicional cheia de tragégias, muito podre. Como surfista 'das antiga', pode ser comparado a uma nau sem rumo. Sem educação, sem respeito ao semelhante, isso desde guri. E deu no que deu. Um traste humano. Mas sempre querendo se dar bem. Até com uma saída pela esquerda, amparado na droga pra justificar o desequilíbrio. Ele é uma droga. Que cumpra uma pena pesada. Que sirva de exemplo. Uma legenda. Quem sabe agora mostre, em cana, como é ser corajoso. Quanto a ex-companheira, é outra da mesma cepa. Madeira podre. Para ter pena, só do filho. Que deveria fazer força pra mudar o sobrenome dessa aristocracia falida da província de São Pedro. A droga faz coisa...Mas antes vem o berço. O do alemão faz lembrar o ditado biblico: "Quem pariu Mateus, que o embale". Ainda tem família, amigos? Alguém acha que ele tem jeito?

Anônimo disse...

Alemão Caio e Zeca Bezerra - homens violentos e sem caráter.
Um morreu como um homem violento. O outro agora terá que viver na cadeia como um violento sendo violentado. Caiu do ápice da pirâmide provinciana e medíocre da Republiqueta de São Pedro. O outro teve uma vida medíocre e morreu como um medíocre, pois nem foi capaz de encontrar uma mulher para casar e construir família. Teve de pegar mulher de outro. Se as mulheres os desejavam, essas deviam ser gente de baixa laia igual a eles.

Juliana disse...

Os tres envolvidos neste triangulo amoroso que acabou em morte são pessoas conhecidas na cidade pelo seu baixissimo nivel, apesar de terem nascido em familias ricas. Educação e bons principios vem de berço e estes tres só tinham a admiração da propria turma e da sua familia, enfim dos seus iguais.

Mauricio D. disse...

É impressionante como este caso fez a geração dos anos 80 e voltar atrás para lembrar destas figuras e das turmas que eles pertenceram. assim como eu que os conheci, mas de longe , ficou na cabeça da maioria das pessoas a imagem de gente arrogante, prepotente, mal educada. Quem hj tem 40 e poucos anos e frequentava Torres e Atlantida vai lembrar daquela geração do surf ( que estava no auge da moda). naquela época acho que poderiam paracer bacanas, aos nossos olhos de jovens então, pq a moda dizia que era...Naquela época estava com tudo quem surfasse, e o dificil era estar por fora desta onda...O fato é que esta época passou e estes caras não souberam ter os pés no chão e se deslumbraram com coisas que são efemeras...viraram coroas babacas e "fora da casinha", assim como foram jovens babacas e "fora da casinha".

Anônimo disse...

A "Lenda" foi para a cadeia. E o esperto marrento para o cemitério.

Anônimo disse...

Alemão Caio viveu num mundo de ilusões. Agora começa a viver uma realidade cruel. O Brasil é um país de terceiro mundo (emergente, eufemisticamente falando). Verá a partir de agora a miséria e o drama de milhões de brasileiros que vivem fora dos muros do Country Club e da dificuldade para chegar até aos bairros Moinhos de Vento, Ipanema, Três Figueiras, Mont Serrat.

Anônimo disse...

Eu conheci o Alemão Caio lá nos anos 80 em torres e ele era realmente um abostato. Era bom no surf, mas era um cretininho, invejoso que sempre ficava querendo saber o que o pai dos outros faziam ou tinham, quantas lojas o meu pai tinha, ou qual o tamanho da fabrica de outro e por aí vai. Na época minha família tinha um apê no Rio e eu sempre que possível convidava pessoas para irem comigo. Uma vez ele teve o displante de me peitar dizendo como eu convidava outros que eu mal conhecia, e ele que se achava tudo de bom, nunca. A responta é que eu nunca escolhi pessoas pelo que tinham ou ostentavam. Muito cedo aprendi que grana não é nada e que a única coisa que jamais seria tirada de mim é caráter e qualificação técnica e que desde a faxineira ao presidente da reppública todos merecem o mesmo respeito. Enfim, que apodreça na cadeia o assassino.

Anônimo disse...

o apelido dele no presidio é ana maria braga, até conseguiu um garotão na mesma cela eheheheheheheh

Anônimo disse...

Relato aqui uma historia meio babaca.,mas que retrata bem o carater do Alemao Caio.me contou amigo ,bem chegado do Alemao Caio, que ele ,o Caio, estavam em porto Alegre no apartamento de um "AMIGO", cheirando cocaina e tomando trago.A mulher do "AMIGO", tambem cheirava junto com eles.Ha uma certa hora da noitada o "AMIGO" sentiu-se cansado efoi dormir, algumas horas deois, levanto-se para beber agua e encontrou o Alemao ,Caio, transando com sua mulher na sala. KARMA existe.

Anônimo disse...

Gostaria que alguem me apresentasse ,fatos concretos, como por exemplo angariar fundos para patrocinar surfistas, criar programas de responsabilidade ecologica junto a comunidade do surf, etc, alem de ter sido uma das primeiras pessoas a ter uma prancha de surf, o por que do Alemao Caio ser tao importante para o surf no Rio Grande Do Sul

Anônimo disse...

Lenda:"Narração escrita ou oral, de caráter maravilhoso, na qual os fatos históricos são deformados pela imaginação popular ou pela imaginação poética." (Dicionário Aurélio). Lengalenga. Mentira.

dinho disse...

Lí atentamente todos os comentá-rios e posso dizer que nínguem ti-rou a casa do alemão pois ele não tinha,gostaria de também de saber se todos os que comeram,beberam e cheiraram de graça vão visitalo?

dinho disse...

Um último comentário antes de canonizarem o Zeca,executarem o Caio,e construirem um altar para a bi-viúva,lembrem de um menino que assistio coisas que muitos desses adultos que estão batendo boca não aquentariam. E mandem alguma mensagem que ajude esta criança a não acabar do mesmo geito que o pai.

Anônimo disse...

Mae agora entendo por que tu nao queria que naquela epoca eu virasse surfista.Obrigado, eu nao conseguia ver essa sujeira toda ha 30 anos atras.Olha so a nocao errada de idolo que eu tinha.Cadeia no prepotente que agora ta tirando uma de loco pra se da bem.

Anônimo disse...

Alemão Caio, Zeca Bezerra, Ivanise & cia. são tudo gente do mesmo baixo nível. Gente baixa, nivelados pela ralé. Quanto a Ivanise, essa é uma tremenda desqualificada sem noção de auto-crítica. Foi na televisão dar entrevista, entregando gratuitamente a própria intimidade e privacidade, falando de toda baixaria ocorrida. São gente despreparada para a vida. Não amadureceram, pois esperam sempre que o papai ou a mamãe venham passar a mão na cabeça. Essa mulher é muito chinelona. Quero ver como vai viver agora. Não trabalha, vive num mundo achando que dinheiro cresce como capim.

Alvaro M. D. disse...

Não é porque este fato violento aconteceu, mas se vc perguntar a qualquer pessoa na faixa dos 40/50 que frequentou a noite de POA e as prais do RS e SC, vão dizer que estas pessoas envolvidas neste caso eram uns bostas...sem escrupulos nenhum , sem nada na cabeça...completos ignorantes travestidos de elite. Não me venha o dono do site, o tal Kaneca, falar em lendas e quem surfou vangloriar o alemão por ter sido lenda e ter feito bem a imagem do esporte aqui no sul. na verdade os tres envolvidos nesta história são pessoas que envergonham nosso estado e o culpado pelo crime só pode ser lenda da cretinice. Não fale tb sr. kaneca, em recalque e na eterna luta de classes, não é este o fato. O fato é que estas tres pessoas envolvidas são sem carater, picarestas, cheias de dividas por todo lado onde estivveram na vida e sem a menor noção da realidade. Falar em inveja e recalque é desconhecer a indole destas pessoas, basta ver a viúva e toda necessidade de aparecer na mídia.

Anônimo disse...

O Alemão Caio tá ferrado. Poderá ficar algum tempo na cadeia e depois o advogado dá um jeito de tirar ele de lá. Mas, o que eu quero saber é quem vai quer andar acompanhado com um sujeito desses? Quem vai querer fazer negócios com ele?

Marlon disse...

Um anonimo aí de cima faz um bom comentário...que esta turma do surf das antigas do RS viviam em alcatéias....isto mesmo, perfeito, eram como lobos e cachorros ferozes em bandos, sempre prontos a atacar que fosse diferente e mais fraco. Eram posudos e se sentiam os donos do mundo e se fortaleciam quando estava em bandos. Trouxas e otários a vida deus voltas e esta historia não tinha mesmo como acabar bem. assim como eles existem varios outros cinquentões idiotas na cidade e na mesma situação...coitados...

Anônimo disse...

Alemão Caio, Zeca Bezerra, Ivanise - viciados, mal-educados, medíocres, fracassados e sem caráter. Um, agora, é assassino. O outro é defunto. A outra foi à TV e mostrou quem era. Eu me pergunto: quem será dessa turma o próximo a cair? Assim como eles espreitavam os incautos e mais fracos, agora é a sociedade que os espreitam, esperando algum vacilo deles. A prova disso que falo está nas manifestações acima.

Anônimo disse...

Para Pensar
"Não há nada de nobre em sermos superiores ao próximo. A verdadeira nobreza consiste em sermos superiores ao que éramos antes." Autor desconhecido

Anônimo disse...

Diariamente, milhares de crimes passionais acontecem no estado. Porém quando os envolvidos são de famílias influentes, o destaque é maior com direito a três páginas na Zero Hora, reportagem especial no teledomingo e entrevista com uma das vítimas no Jornal do Almoço ocupando um bloco inteiro (aliás, essa tal de Ivanise já está se sentindo a celebridade do momento). Conhecendo um pouco mais sobre a história de vida desse assassino, através de pessoas que o conheciam muito bem, quero mais que ele se exploda e tenha uma derrocada semelhante a de Pimenta Neves.

Custodio disse...

Próximo capítulo, viuva perua aparece na playboy super photoshop

Anônimo disse...

A época surf fez parte da adolescência de muitos aqui, inclusive da minha. Mas isto é fato: essa geração do surf que viveu nos anos 80 era movida a drogas. Muito chá de cogumelo, baseado, ácido. Aí veio a cocaína mais tarde. Vivi nela, vi vários entrarem e afundarem feito Titanic. Já nos anos 90, a cocaína imperou na noite de POA. Tirando algumas exceções, de gente que tinha formação e um ideal de vida, a maioria destas figurinhas carimbadas da noite e que viviam na coluna do Gasparotto eram deprimentes. Gente que se via lá naquele antro do Liquor Store, cheirando e se picando nos banheiros. Triste ver como foi uma geração de cabeça vazia, sem qualquer objetivo, sem moral. Essa Didi agora foi falar do vício do Caio, mas era outra que cheirava tudo o que encontrasse pela frente. A decadência sempre permeou sua vida, a ver que tem uma filha (infelizmente não dá p/ escolher pai e mãe) com o tal Bambam, outro marginal dos anos 90 e que, junto com o infame Hulk, semeava a violência pela noite de POA. Todos drogados, gente muito baixa. O Bambam morreu de forma bem compatível com a vida que vi levar. Vi uma irmã morrer exatamente por ter entrado nessa. Essas lembranças tiram bastante o encanto de uma fase tão boa da vida.

Anônimo disse...

certo tudo o que descreveu em depoimento... mas onde ficava essa tal liquor store...gostaria de saber pq nesta época estive morando fora do país e nao consigo lembrar-me deste detalhe muito importante para este desfecho...que nao poderia ter sido diferente ,,, pq juntando todos os fatos só poderiamos ter essa trajédia...que já tinha sido anunciada anteriormente...

Eduardo disse...

Só um completo alienado para chamar alemão Caio de Lenda do SUl...isto é uma vergonha! Um ultraje ao nosso Rio Grande! Este rapaz e sua turma, que conheci lá pelos idos dos anos *0 lá na Silveira era um completo idiota, presunçoso. Teve um episódio uma vez lá na Silveira, em que ele e seu bando de canalhas surfistas achincalharam uns locais lá na Silveira mesmo. Gostavam de causar temor e se fazerem superiores onde passassem...Gostavam de cantar de galo. Por isto Marcelo Kaneca, repense em chamar este bosta humana de lenda de qualquer coisa. PS: de qualquer forma teu site esta prestando serviço em estar aberto e estarmos podendo colocar aqui nossas opiniões que este episódio acabou fazendo vir a nossas lembranças.

Anônimo disse...

Quero ver uma foto do Alemão Caio na cadeia. Por que será que a mídia só tira e publica foto de pobre na cadeia?

Anônimo disse...

Meus parabéns ao responsável pela coragem de manter esse blog aberto - acabou se tornando um espaço absolutamente democrático. Tá certo que há alguns exageros, e que é preciso sempre desconfiar de generalizações descomprometidas. Falar que toda aquela geração, em especial a de surfistas, tinha um mesmo comportamento e um mesmo conjunto de valores é sim um certo exagero. Falar que todos esses que cresceram em condições financeiras mais confortáveis são necessariamente mais vazios e que desconsideram os demais também seria exagerado. Mas, puxa, são várias dezenas de relatos que, mesmo com formas diferentes, trazem conteúdo muito semelhante. É preciso no mínimo refletir sobre isso: será que esse cara não poderia ter sido mais legal com os outros?
E se ele deveria ou não ser reconhecido como lenda, a definição do termo trazida por um dos anônimos, segundo o dicionário Aurélio, é esclarecedora: sim, cada um de nós cria a lenda com que melhor se identifica.
JC

Anônimo disse...

O Liquor Store era tipo um 24 horas que ficava na descida da Mostardeiro, acho que na esq. c/ a Miguel Tostes. Era em uma daquelas esquinas. Queria ver povo de banda que vinha tocar em POA, era só chegar lá. Muuuuita gente aparecia por lá atrás de pó, o lugar ficou muito barra pesada. Virou ponto de tráfico.

Anônimo disse...

Alguém sabe dizer como foi que o tal Bambam morreu?

Anônimo disse...

O Bambam foi morto em uma perseguição pela BM. O que noticiaram foi que ele estava meio fora de si quando entrou p/ comprar em uma farmácia daquele postinho que fica na Silva Só, antes do Mc Donald's. Aí um frentista achou que era assalto, chamou a BM, ele entrou no carro e tentou fugir, quando foi alvejado pelos brigadianos. Tudo bem que não estava armado, mas só se ele mudou muito e estava são naquele dia, pq eu penso que ele estava alucinado mesmo. Aí deu no que deu...

Anônimo disse...

Bem que eu desconfiei, na época que o tal de Bambam não era flor que se cheire. E a família chegou a fazer protesto, indignada com os brigadianos. Alguém que o conheceu melhor poderia dizer o que ele aprontou em vida?

Anônimo disse...

Um relato que gostaria de compartilhar a respeito do alemão Caio, é de que no final da decada de 80 eu acabei estuprado por ele e pela sua turma na praia da Silveira. Depois do ocorrido acabei comprando uma casa na praia da Silveira e não queria de jeito nenhum sair de lá, de tão bom que foi.....

Anônimo disse...

O Bambam, na década de 90, andava sempre com um outro marginal, o Hulk. Quem frequentava a noite nessa época, conhece bem. O tal Hulk vivia pondo pavor na galera, era um troglodita jiu-jitsu drogado que fazia rolo por tudo qto é canto. E o Bambam era o seu parceiro, eram os dois "porradas" jiu-jitsu que estavam sempre intimidando a galera. Eu era mulher e tinha o maior medo do Hulk, que intimava até a mulherada. Sempre cheirados. Realmente o Bambam era um mau elemento, sempre drogado.

Anônimo disse...

Alguem sabe o fim que levou o Hulk?

Anônimo disse...

cade o tal Hulkkk... sumiu ou morreuu tbémmm como seu amigo bambammmmm.... pelo jeito pessoas que eram sombrias e sem perspectiva que levaram terror as pessoas que encontravammm....

Anônimo disse...

alguém sabe o nome e o local do bar que o alemão possuia antes de abrir a pizzaria fratello solle...

Anônimo disse...

Nota-se claramente pelos relacionamentos da Sra. Ivanise o nível desse lixo de gente. Espero que todos esses depoimentos esclareçam bem ao Sr. Kaneca quem era a "Lenda" e com quem ele se relacionava. O Alemão Caio e Zeca Bezerra escolheram o que de pior tinha em se tratando de mulher. Essa Ivanise é uma desonra às mulheres gaúchas. As mulheres gaúchas não merecem jamais serem niveladas por esse tamanho de lixo.

Anônimo disse...

Bambam é o pai da filha da Ivanise.

Anônimo disse...

Hj tenho 36 anos.O Hulk pelo que me comentaram morreu há alguns anos. Ele ficava muito num posto de gasolina perto de minha casa, o shell da carlos gomes, onde tinha um bifê dog, ótimo por sinal. Sempre estava ali o hulk , duro como uma estátua. Eu era um piá e ele já era temido por todos....

Anônimo disse...

quem semeia vento, coolhe tempestade.
Este alemao caio, marginal declarado, nao era muito querido em seu meio, isso nota-se pelos comentarios postados por pessoa que conviveram com ele de uma maneira ou de outra.
Sou de Torres e vou contar a vcs que via sempre este cara por aqui, metidao, esnobando os famosos bicuiras da epoca (hoje locais ou nativos), era este o modo como eramos tratados pro pessoas sem nocao do que 'e um ser humano de verdade. Sua arrogancia e empafia fez sucubir o homem do berco de ouro, mas nao vamos julgar a todos da mesma forma... ele 'e um dos laranjas podres do cesto, tinha e tem muita gente boa daquela 'epoca.
AInda bem que hj isso mudou e aqui se vive locais e veranistas na mais perfeita harmonia, at'e porque hj os locais surfam infinitamente mais e melhor que os veranistas.que vivamos em paz e em liberdade. Nao queria de forma nenhuma ser este cara num momento desses, vai puxar um cadeiao, vai ser visto como um assassino frio,vai ser visto como um bostao, um lixo humano, porque nem mesmo um bom berco vai fazer com que isso se apague, e nao julguem a mulher. ela eh apenas mais uma vitimma do sistema em que os gatoes a submetiam, nao esquecam que ela eh uma que vai ter que lutar muito para fazer com que seu filho consiga entender isso tudo sem restar sequelas futuras, nao a julguem, a crianca nao merece... e tomara Deus que os caminhos dela se iluminem e ela de muita atencao a este garoto, que com certeza vai precisar muito.

Anônimo disse...

O Hulk mora noRio de Janeiro,tinha tambem o irmao, o Pedra.Se enturmaram com a galera da high society ,por que eram os traficantes,moram ali embaixo na Lucas De Oliveira, como ja disse antes eu estudei no IPA e ali nos ano de 86,expulsos do colegio Anchieta,juntou-se a turma toda.Quem nao se lembra do famoso Bar Dose Dupla, fui agredido la neste bar pelo Bambam,ate hoje nao sei por que ,me partiu o nariz, e um amigo tem o rosto coberto de platina,por ter sido igualmente agredido pelo Bambam, tambem por nada. O Hulk,seu irmao,e o Bambam, foram os maiores marginais da cidade,parec que o tal pedra morreu,o Bambam ja foi so falta um.

Anônimo disse...

Em Cidreira esses caras nunca apareceram, o que foi bom para eles, lá sim eles virariam lendas; mas lembro bem de como se comportavam em Porto Alegre e nas praias “deles”. Lamentável e triste. A fama do nosso Estado não é boa em termos de educação, porque será? Ao longo dos meus 25 anos de surf, posso dizer - por experiência - que havia, e ainda há, mais respeito dentro d’água nas praias do Rio do que aqui, nas praias “deles”(Torres, etc...), sem falar em México, Hawaii, Califórnia, onde nunca me incomodei...abraço ao Anônimo do nariz quebrado.

Anônimo disse...

E hoje o pessoal fala de bulling como sendo novidade...imagina naquela época se a palavra bulling fosse usada, meu deus, seria bulling toda hora...Então o Hulk não morreu - Nossa, precisamos de um contato no Rio pra saber como ele anda por lá, se já fez alguma vítima inocente...

Angela disse...

Tristes anos 80 em que nossos idolos eram este pessoal. Rolou mesmo muita cheiraçada nestes anos. Quem lembra do bar Dose Dupla que era do Geraldo Ritter e do Tonho Krieger também surfistas da época? Lá rolava muita coisa....Surf nesta época era sinônimo de beleza, ser bem nascido , ter vida saudável de surfistas, mas os anos passaram e muita gente que conheço ainda desta época vive nesta eterna juventude. Que a gente que foi jovem nestes anos 80 consiga educar melhor nossos filhos e possamos ter uma geração mais sensata e ducada que esta aí.

Ricardo Gomes disse...

Bambam, Hulk, Alemao Caio, Zeca Bezerra, os Seftons, caco Yohanpeter alguns outros que já morreram e outros que não me recordo entre tantas figurinhas carimbadas da cidade gente que envergonha o Rio Grande do Sul, e não me venham com este papinho furado de Lendas do Sul...

Anônimo disse...

E as “lendas” que mataram, covardemente, o Alex Thomas...não podemos esquecer destes.

Anônimo disse...

verdade... estes lendas de atlantida de 1986... eu era guria e frequentadora da praia nesta época... todos surfistas podres que amedrontavam as pessoas mais inocentes sem aquela maldade cretina que eles possuiam... levando a morte um jovem inocente... e por lá a droga já era nesta época soltaa ... pq tinha em toda parte.... e esse pessoal de Torres tbém frequentava Atlantida nesta época, principalmente nos campeonatos de surf da plataforma... gente tem tanta coisa que daqui a pouco tudo não passara de sonhoooooo....

Anônimo disse...

Onde era o bar dose dupla?

Anônimo disse...

O Dose Dupla era na Castro Alves.

Paulo disse...

Fui surfista nos anos 80,e ainda surfo hj em dia, mesmo já com meus 40 anos. Minha praia é Xangrilá e posso afirmar que a turma desta praia sempre foi gente tranquila, bacana, todos estudando em bons colegios e a maioria de nós, aos quais convivo ainda hj em dia estão casados, bens estabilizados e com filhos,e ainda veraneamos em xangrilá. Fui aluno do Anchieta e posso afirmar categoricamente tudo aque a galera aí de cima esta falando deste pessoal que é tão conhecido de Torres e atlantida dos anos 80...não da para generalizar tb, mas Alemão caio e cia, assim como o tal Zeca Bezerra eram de uma turma pra lá de elitista e metida que menosprezava os bicuiras e se provaleciam quando estavam em turmas. talvez fossem muito idolatrados pela galera do surf e tb. pelas mais gatas da época e com o sobrenome de pompa, achavam que tudo podiam. Se deram mal.

carlos] disse...

estranho, muito estranho... tudo continua igual ... sem defesa para o matador e idolatria para o assassinado... o crime é passional, pq envolve sentimentos e, por maios doentios que sejam, fazem parte daqueles que se relacionavam ... ao que parece todo mundo usava as mesmas drogas ... ou seja ninguém é santo! quem não segurou a onda que pague pelos seus desatinos... A condenação será feita pelo familiar do seu sangue que presenciou tudo ao vivo, este é o único condenado a conviver com uma chaga aberta por doentes ... uns mais outros menos !

Anônimo disse...

Eu sou desta geracao de 80 que via estes caras como ídolos por serem bonitos e arrogantes 8 coisas que jovem acha legal).Éramos todos do mesmo bairro, do Juvenil, mesmo colégio e mesma praia mas tínhamos cabecas diferentes. Eles eram podres, chegavam nas festas do Juvenil, Torres e Poa se achando e debochando na cara de quem nao se enquadrava no que eles consideravam bonitos e cools como eles. Já vi o Caio dar uma surra em um biquira em Torres que tinha olhado para a namorada dele na época. Ele massacrou o biquira que mesmo caído na água ainda apanhava. Teve que ter a interferencia de outras pessoas para fazer ele parar. Nunca vou esquecer a violencia da cena.
Muito triste o caminho que seguiu este grupo, mas, gracas a deus, nao somos todos assim. Muitos de nós nascemos de famílias boas mas nao nos perdemos por aí. Somos adultos normais. Esta turminha era excecao e já se podia previ o futuro deles naquela época. Alguns se foram naqueles anos mesmos em acidentes de carro e outros estao perdidos por nao terem conseguido assumir uma vida madura. Triste fim para esta pequena parte da juventude do Moinhos que sempre foram identificados como podres pelos outros jovens normais da época.

romualdo disse...

kaneka, primeiro parabéns pelo blog, verdadeira enciclopédia do surf...
cara lendo os comentários dessa matéria nao pude deixar de me manifestar direitos a todos nao e´isso?
Fiquei impressionado com os ataques ao alemao e aos surfistas da epoca, vivi o surf nessa epoca e as atitudes e pensamentos dos mesmos nao eram novidade pra ninguem, havia gente boa e gente ruim, como em qualquer outro meio.Como disse vivi a epoca com os mesmos aqui no sul, o que sou hoje boa parte cabe ao fato de praticar esse esporte saudavel e fascinante.Sem querer defender niguém, mas como tu disse há um pouco de recalque nos coment´rios. Esses fatos deveriam fazer com nos unisemos para os mesmos nao mais acontecerem.Nao façamos igual ao discipulo de sidarta gautama que ao ver seu mestre carregar no colo uma mulher semi nua para atrvesar um rio, chocou-se e apos 15 dias nao conformado pergunta ao mestre se nao tinha feito algo errado. Sidarta responde:carreguei aquela muher por alguns segundos, voce a carrega por 15 dias...
nao esqueçamos os fatos, mas temos que lutar para muda-los

Anônimo disse...

Fala Serio Romualdo Sidarta,parec que pelo teu comentario , o teu cerebro tambem ta meio sequelado pelas mesmas substancias que botaram a grande legenda do surf gaucho na cadeia.fala serio buneco eo kaneca sumiu?

João C. M. disse...

Olha, esta turma toda deste caso são velhos conhecidos da cidade...quem fez parte desta galera e frequentou os bares e prais dos anos 80 sabem quem são. O assassino era figura constante da noite, foi dono de bares e pizzarias, vivia chapado, era um surfista calhorda antipático que se achava o mais gostoso e chique da cidade, entretanto era um asno, que mal sabia escrever e falar portugês corretamente. O morto era um babaca , sempre se achou lindo, posava de simpático e gente boa, fazia vários esportes, era garanhão, modelo, alienado, meio burrinho e comia a Maria Zilda. A viúva era uma desqualificada, sempre foi uma surfistinha malandra e cheirava igualmente como os dois. É tão rampeira, que namorou e teve filha com o bambam, um marginal da mais baixa laia travestido de garotão porrada e sarado. O que esperar deste povinho tão medíocre da nossa cidade??? E olha Kaneca, sem esta história de recalque...li os comentários acima e vou te dizer, me parecem todos de pessoas que viveram os anos 80 e estiveram perto deste pessoal, estudaram nos mesmos colégios, moravam no mesmo bairro...só estamos aqui para deixar nossas opiniões e considerações.

Anônimo disse...

O dono do blog desapareceu, estas lendas nem sao tao lendas assim.O surf dos anos 80 era composto de varios marginais.Eu sou Catarinense, e nos aqui sofremos muito com estes marginais ,que na epoca tomavam vantagens da inocencia dos famosos bicuiras.Roubavam nos supermercados, abandonavam as pousadas nos fins de semana sem pagar, abria bares e restaurantes e no fim do verao fugiam, quem nao se lembra de outras lendas, que por este blog tambem figuram, como Picuruta Salazar, Edu Buran, ladroes de galinha ,traficantes, ladroes de toca fita de carro, estes eram as nossas lendas, e a turminha do Rio de Janeiro e melhor a gente nem comecar.

PATO disse...

CARAMBA! A TURMA DO SURFE DO SUL FINALMENTE FOI DESMASCARADA...CONHECI VARIOS, MUITA GENTE BABACA E SEM CARATER,LADROESZINHOS MESMO TENDO BOAS CONDIÇÕES DE VIDA, DROGADOS E QUE VIVIAM NO SUBMUNDO E POSAVAM DE ELITE.

Anônimo disse...

Dominic Strauss-Kahn, presidente do FMI, estuprou uma faxineira de hotel, negra africana, estrangeira. Foi preso dentro do avião quando estava prestes a ir para Paris. Foi para um presídio como qualquer infrator. O local: New York - USA. Está preso em prisão domiciliar. Mas para isso teve de pagar US$1.000.000,00.
O Alemão Caio se tivesse feito o crime que fez lá nos USA, a essa hora estaria com o pé no corredor da morte, aguardando uma cadeira elétrica. Porém, o crime aconteceu aqui na República Bananeira Tupiniquim. E depois esse pessoal metido a besta da elitizinha provinciana se acha alguma coisa.

Marcelo kaneca disse...

Caro Anonimo, ou Anonima, ou anonimos, sem se identificar fica até difícil saber com quem estou falando, até para me endereçar.
Eu não sumi, apenas não tenho nada mais para falar.
Este blog é sobre pessoas que foram importantes na formação de um esporte chamado surf e não tem nada a ver com as colunas sociais ou policiais de Porto Alegre, cidade que infelizmente não conheço.
Também não conheço nenhum bambam, ou Hulk, ou qq coisa assim, portanto não posso me manifestar sobre estes assuntos.
Sobre o Caio eu já me manifestei, e a menos que alguém poste que ele não era nada disto como surfista, o que ainda não aconteceu, ele continua tendo a mesma importância neste blog que tinha antes que cometesse este crime infame.

Anônimo disse...

Senhor Kaneca.Leai os omentarios e veras que nem todos sao sobre a soiciedade de POA.Alguns ja se manifestaramo quao pobre foi a sua escolha da legenda do Sul.Existem muitas outras verdadeiras legendas do Sul, que voce poderia ter mencionado por aqui.Eduardo Luz,por exemplo, Tuca Giannoti, so pra Rodrigo Dorneles.Quando uma pessoa e profissional, seja qual for a carreira, ela deve ter um comportamento idoneo e exemplar demtro e fora de sua area de trabalho,especialmente quando tem o potencial de se tornarem "legendas".Nunca ouvi dizer que Tom Curren,tenha agredido ninguem . Repense ,pesquize, um pouco mais sobre o que te propusesses a fazer aqui amigo, legendas sao ROLE MODELS, para as futuras geracoes.

Mariana disse...

O anonimo de cima faz comentário pertinente, e acho que foi isto que ele quis te dizer Kaneca...mesmo antes deste crime o Alemão não merecia ter um blog que o chamasse de lenda, mesmo tendo sido o bom surfista que foi...pq não era e nunca foi bom exemplo para ninguém pelo péssimo carater que reconhecidamente sempre teve ...como um cara tão má pessoa pode dar algum bom exemplo para as gerações de hj e de amanhã?

Anônimo disse...

Obrigado pela complementacao do meu pensamento Mariana.Assim como este Alemao Caio, existiam muitos outros babacas.O surfista gaucho sempre foi diferente de todos os outros.Uma coisa meio forcada, meio comercial, "unatural", ate devido a distancia do litoral em que a cidade de Porto Alegre se encontar.Sem generalizar obviamente, mas que nao se lembra da musica dos replicantes, que personificou, a grande maioria destes idiotas, "Surfista Calhorda".

Rack na caranga muito louca pra dar banda
Cheque na carteira recheada de paranga
Prancha importada assombrando a meninada
Corpo de atleta e rosto de Baby Johnson

É, mas quando entra na água
É na primeira braçada
É, ele não vale uma naba
Ele não surfa nada, ele não surfa nada

Tem duas surf shops que só abrem ao meio-dia
Vive da herança milionária de uma tia
Vai pra Nova Iorque estudar advocacia
Ah surfista calhorda, vai surfar n'outra borda

mano disse...

Bah! esta música era a cara maioria dos surfistas gaúchos dos anos 80!Ou pelo menos do que a maioria das pessoas que não era do meio do surf pensava dos surfistas da época. Em geral naquele tempo era muita pose, muito estilo e pouco surf...total babaquice e calhordagem. mas enfim ninguém pode negar que els eram os "caras" da época, e que pegavam as melhores minas...talvez por isto o tal Kaneca que é shaper no Rio fale tanto em recalque...na boa ninguém aqui ficou recalcado pq não pegou estas ondas e não comeu as melhores dos anos 80...nem pq não tem sobrenome famoso...Estou vendo que a maioria que esta escrevendo aqui é gente madura, que viveu estes anos tão futeis que foram os anos 80, quando a gente vinha de uma ressaca da ditadura militar e ninguém queria ser culto e politizado...o que a gente queria mesmo era muita festa e muito desbunde...a droga é que muita gente ficou pelo meio do caminho, perdidos nesta vidinha burra.

Leonardo disse...

Almeão Caio é bipolar (não é desculpa), antigamente era chamada de psicose maníaco depressiva. Isso não justifica, e ele tem que pagar pelo gravíssimo crime que cometeu, ainda mais na frente do filho. Tenho 36 anos e fui diagnosticado aos 24 e temto manter essa doença sobre controle. Tomo Seroquel, Tegretol, Depakene, oxcarbazepina, Trileptol... Haja Fígado!! Só quem convive com ela conheçe os riscos. Abraços aso amigos do blog.

Anônimo disse...

Alemao caio e um otario,cheirador de po, que nao dava mais conta da esposa que e uma desqualificada sem escrupulos, que se relacionou com outro cherador, e o coitado do menino ficou no meio desta sujeira toda.Esse sim acho que vai ser o primeiro guerreiro desta turma podre.

Cristina Engler disse...

Cryz Engler: Olá pessoal, estou me pronunciando porque fico chocada com o preconceito em relação a cultura, classe social...o que aconteceu não tem nada a ver com dinheiro ou não, tem a ver com um crime, uma pessoa em desequilíbrio emocional ao extremo comete um crime movido pelo impulso de algum sentimento mau que foi sendo nutrido...Aprendam a não julgar, não nos cabe, só nos cabe rezar e tentar assimilar a mensagem que veio com a trajédia...Isso não muda os feitos dele no esporte, é apenas um homem que cometeu um crime...se ele é surfista ou o que for é mera especulação...Muita luz para todos e amor nos corações e que o Zeca esteja nas mãos de Deus e o Caio em recuperação, mesmo que ele não tenha o perdão na terra, que alcance o perdão de Deus. Amém!!Cryz Engler

Cryz Engler disse...

Gostaria de deixar claro que quando cito alguém como "LENDA DO SURF" é porque dentro da formação do esporte esta pessoa foi importante...Não se apaga a história, ela existe independente de atos futuros...pessoas contribuiram para o surgimento do esporte e isso é fato...Lendas no sentido de história...ídolos para alguns, ai sim vamos questionar quanta gente até hoje usa drogas e é idolo na música, no esporte, na TV...Vamos deixar de hipocrisia, se o cara presta ou não, nunca foi este o ponto no BLOG...A mim não cabe julgar, Caio, Zeca, Ivanise, Bambam e qualquer outro...escolhas de vida, eles fizeram as suas, se agiram certo ou errado foi escolha deles. Agora falar mal de uma geração inteira de surfistas é muito sem noção...gente boa e ruim tem em todos os lugares e grupos sociais...Não sou eu a pessoa a julgar vidas, não tenho esse poder...Deixo para as próprias consciências que encontrarão Deus e terão que prestar conta dos seus atos...para terminar Caio é uma lenda do surf sim, independente das loucuras que cometeu, influenciou gerações a surfar...Fez muito pelo esporte, se é prepotente, arrogante, grosseiro, mal educado, não é este o ponto do BLOG LENDAS DO SURF...no mais não me interessa...assunto ruim to fora!!Não faço parte de nenhuma panelinha, não uso drogas e sinto muito pelo ocorrido...isso não tem nada a ver com SURF tem a ver com coluna policial, agora se aproveitar de uma trajédia para meter pau em gerações...porque não se manifestaram antes do fato, isso só me deixa triste, porque antes do ocorrido todos vcs que se manifestaram contra ele poderiam ter postado suas opiniões aqui...considero opiniões sensacionalistas, escrafunchando na merda...fala sério, o surf é um esporte e seus pioneiros serão citados SIM!!!
Muito Aloha para todos e amor nos corações!! Cryz Engler

Anônimo disse...

Olha ai as viuvas aparecendo.

Marcos D. M. disse...

Caro Cris Engler, vc deve ser mais um velho otário desta turma do surf dos anos 80, que todo mundo em Porto Alegre sabe que foram um babacas prepotentes. Lógico que haviam exceções, lógico que não vamos generalizar, mas todos sabem que esta turma do Caio, Zeca e cia, posso citar nomes e sobrenomes para vc, não passaram de imbecis metidos a esportistas saudáveis e que não deixaram saudades para ninguém a não ser para vcs da propria turma.

Agda disse...

É Cris Engler e não o Cris Engler e é uma mulher , que escreveu a pérola, " Origem do surf no sul", um trabalho de uma profundidade didática enorme e total relevância para nós aqui do Rio Grande do Sul...rsss...É ela que se põe a defender esta calhordagem toda...menina...vai estudar e fazer algma coisa que o preste da sua vida!!

Cryz Engler disse...

Quero deixar claro que não faço parte de nenhuma turma, apenas trabalho no resgate da história do surf, por isso me manifesto, porque a matéria foi feita por mim, não para valorizar além da conta ninguém, mas sim para contar um pouco da história que se se fez lá no passado, nas origens do surf no sul. sou uma pessoa do bem e só faço resgatar a história...a vida pessoal de cada um eu não posso mudar nem escrever, respondo por mim...Mas vamos ter mais educação ao me julgar porque vcs não conhecem,e estou apenas trabalhando!!Obrigada Cryz engler

Cryz Engler disse...

Deixo uma pergunta sobre educação que tanto li nos relatos...Aonde foi parar o respeito, eu não sou o Caio, não sou ninguém envolvido com a trajédia, ou com qualquer situação particular desagradável que vcs tenham vivido em relação a este assunto, repito, apenas pesquiso a história do surf e estou sendo destratada por estranhos porque escrevi uma matéria sobre surf, que isso!!? Me chamando de viúva, destratando sem nenhum motivo uma pessoa que vcs nem conhecem. Tudo tem limite e vcs estão sendo sem educação e
estão falando em nome da educação...da minha parte sei quem sou e não me me abalo com palavras grotescas...Mas vamos avaliar a nós mesmos, eu estou tranquila e antes de mais nada não defendo ninguém, sou neutra e também não fico colocando as minhas opiniões como um estranho, sou Cryz Engler e me identico sem nenhum receio e vcs quem são!?Eu sei a que vim e vcs vieram fazer o quê, apenas ofender quem se manifesta com respeito...Não defendo ninguém e nem acuso...Tenho valores e estou aqui para defender o meu trabalho, se não gostaram beleza, é uma pérola sim, ninguém é obrigada a gostar, o que aconselho é que já que não gostam, busquem uma literatura do seu nível e não leiam mais esta pérola!!Podem continuar a escrever suas palavras que eu não vou responder mais, porque já vi que não terá fim...ALOHA para todos!!

Cryz Engler disse...

Voltei só para lançar aqui uma pergunta, quem são estas pessoas tão prepotentes e arrogantes? Respondam e depois entrem em contato com elas e digam o que sentem por elas..Bem mais honesto!!Não sejam tão anônimos nas suas palavras, falam de pessoas que não identificam e tão pouco assinam para serem identificados, mais vale calar!!

Anônimo disse...

Essa Cris realmente deve fazer parte desta turma de idiotas,e que diferenca faz colocar o nome aqui ou nao acho que mesmo anonimos todos os comentarios soam bastante sinceros de gente que realmente conviveu com os idiotas , e como ja disse la em cima e melhor ficar anonimo, por que a turma toda tem ficha policial, por agressao ,roubo, assassinato, porte de drogas ,sendo Porto Alegre ainda um lugar bastante provinciano, onde os surfistas desejam ALOHA, expressao sem lugar num estado que e considerado o mais frio do pais, e melhor ficar anonimo para nadar M*&&&^A. Ta com jeito de viuva mesmo.

Marcelo kaneca disse...

Olha ANONIMO, você é um espelho de tudo que critica.
Você nem conhece a Criz, mas a chama de idiota, de viúva.
Você se comporta exatamente como os Bambans e Ivanizes que tanto critica.
Você só agride por trás do anonimato e em bando.
Você não tem coragem de sair sózinho e se posicionar, com mêdo da noite de Porto Alegre?
O que mais me surpreende é que este post está no ar há mais de 3 anos e só agora você,valentão ANONIMO, tem coragem de sair da toca, assim mesmo postando como anônimo.
Isto depõe contra a famosa valentia dos gaúchos, talvez por isto vcs tiveram que conviver por tanto tempo com os Bambans e Hulks.
Ainda hoje você tem medo de se identificar, e fica agredindo uma mulher que você nem conhece e nunca fez nada contra você.
Você é da mesma laia dos que critica.

Mariana disse...

A internet é local aberto para opiniões e este episódio envolvendo pessoas conhecidas, acabou extrapolando as páginas do esporte e também as páginas policiais. O que acabou acontecendo Cris e kaneca, é que veio a tona destas pessoas que aqui postaram, lembranças de 30 anos atrás desta turma toda do surf do RS.( com raras exceções)
Ninguém nem sabia da existencia deste site, é óbvio que o crime trouxe vontade de le-lo e tb de aqui deixarmos nossas impressões. E o que a maioria tem para deixar aqui não são coisas boas, são lemb ranças de uma turma com todos os maus adjetivos que vcs leram acima. Quanto a terem te agredido Cris, não vi isto em nenhum momento...te chamar de viuva pode ser uma ironia e não grosseria...não se ofenda...e quanto a vc ter escrito uma "pérola" de literatura...uma fina ironia tb...Não se sintam ofendidos,tudo que foi escrito, com maior ou menor ênfase é verdade...quem conheceu estas figuras "exemplares" do surf gaucho, sabe que é pura verdade. Quem tem um site aberto e com espaço a comentários está sujeito a isto, e manter-se anonimo ou não é opção de cada um e a internet propicia isto.

Anônimo disse...

O dono do Blog ate agora nao acrescentou nada de positivo, obsecado em saber que sao os anonimos, te pergunto outra vez, que diferenca faz que escreve aqui, ja nao te deram provas suficientes, baseado nos comentarios de que o cara e a turma dele eram mesmo um bando de canalhas, baixo nivel, cada vez que tu aparece, se sente a ira, e a mesma vibe dos cocotinhas gauchos dos anos 80, por isso ate uma homenagem no teu blog tu fizeste a este que ja era um potencial assassino desde crianca, nos o conhecemos, tu e um borra bosta,que criou um blog que por tres anos ninguem nunca se interessou, curte buneco estes provavelmente serao os teus 15 minutos de fama, por que afinal, quem e o Marcelo Kaneca, e acho que ai acima ofendeste a raca gaucha de verdade, nao te esquecas que aqui nao fazemos parte dos calhordas do teu blog.

Marcelo kaneca disse...

Olha Mariana,
realmente a internet é local aberto para opiniões, e se você olhar bem, ninguém está defendendo o Caio de hoje, e por mais que vcs queiram, ninguém pode tirar dele o lugar que ele tem na memória do esporte, e na memória das pessoas.
Ninguém está atacando ninguém por ter opiniões.
Ninguém está se ofendendo pelo que vcs postam, ao contrário, eu achei bastante positiva esta reação, válido e instrutivo saber como estas pessoas são vistas por seus conterrâneos.
Para quem não conhece este site antes deste episódio, é instrutivo saber que ele tem mais de 15.000 visitas/mês, de pessoas que estão ligadas de algum modo a este esporte.
Dele já surgiram um campeonato para homenagear os pioneiros do Arpoador, no Rio, e um projeto de uma Galeria da Fama.
Ele foi criado para gerar uma memória, homenagear as pessoas que foram importantes no desenvolvimento do esporte.
Não foi criado para falar mal de ninguém.
Só para lembrar, este esporte, do qual o Caio foi um dos pioneiros, hoje é o segundo do Brasil em número de praticantes.
Na primeira vez que fui ao sul, em 1970, deviam ter uns 100 surfistas no Brasil inteiro, e a primeira pessoa que conheci em Imbituba foi o Caio.
Quanto a agressões, se você olhar o novo comentário do ANONIMO, não creio que possa ainda dizer que é ironia fina.
Este site está aberto por opção minha, para deixar um espaço para vocês se manifestarem sobre um assunto que não é de relevância para o site.
A internet propicia manter-se anônimo, mas quem tem caráter se revela, não se esconde atrás de um anonimato bobo para fazer agressões mais bobas ainda.
Quem usa o anonimato para fazer ataques a pessoas desconhecidas, para mim, é exatamente igual aos Bambans e Hulks da vida.
Você Mariana, fala em seu nome com educação, mas este ANONIMO me mata de curiosidade, quem será esta pessoa tão covarde e medrosa, o que será que ela faz na vida, para ser tão agressivo e rancoroso com pessoas que ele nem conhece, mas que insiste em atacar.
que vida pobre deve ter, para dedicar tanto tempo a um assunto que está pra lá de esgotado?
Realmente, fico curioso.

Mariana disse...

Só um adendo kaneca...posto em meu nome sim, mas nunca colocaria aqui meu sobrenome,pois sei o baixo nível das pessoas e familias que estamos aqui comentando, e esta cidade, POA, é pequena e provinciana e todos se conhecem...Eu não ousaria me colocar abertamente, assim como o anônimo tb. não pois mora aqui e sabe exatamente o tipo de gente que estamos lidando...e te digo é da pior espécie.

Anônimo disse...

Alemão Caio, Lenda do Surf, cometeu crime passional.
Guilherme de Pádua, ótimo ator, cometeu crime passional.
Goleiro Bruno do Flamengo, ótimo jogador de futebol, envolvido no assassinato da mãe de seu filho.
Quanta injustiça. Afinal, qualquer um pode cometer erros na vida. Nossos ídolos acima citados foram julgados por uma turminha de recalcados. Sr. Kaneca, por que no Rio de Janeiro o nome de Guilherme de Pádua e de Goleiro Bruno causam tanta revolta? Pô! Eles eram gente que conquistaram coisas que poucas pessoas alcançaram. Guilherme de Pádua chegou a estrela global em horário nobre. Goleiro Bruno, titular do time do Flamengo. Não sei por que odeiam tanto essas pessoas maravilhosas aí do Rio.

Anônimo disse...

Mariana.E triste que o Sr kaneca, ate agora nao viu que felizmente o blog inutil que servia para homenagear um bandido, finalmente acabou tendo um objetivo muito bacana.O assunto nao deve ser esquecido.Os grandes jornais ja esqueceram, mas continuando o debate sobre o caso, e otipo de pessoas que faziam parte da so call comunidade surfistica dos anos 80,este blog, esta servindo para que nos que convivemos a volta dos cocotinhas gauchos e dos bandisdos cariocas e santistas.sou catarinense, meu nome e Fernando, e por muitos anos nos aqui em Santa , tivemos que conviver com esta escoria.Nos catarinenses, na epoca povo ingenuo, honesto, feliz, tivemos nossas praias invadiadas por esta corja, que nos desrespeitavam, roubavam nossas lojas e mercados, abusavam e zombavam da bondade e ingenuidade do povo. esta mesma bandalheira na epoca se transferiu para o havai.A mesma corja se mudou para o havai, sujando o nome do surfe barasileiro, com raras execcoes. Roubando, traficando, violencia, desrespeitando os locais, animais selvagens.So nos anos 90 , dois bicuira, chamados Teco e Neco padaratz, e um baiano simplorio ,fabio Gouvea, conseguiram conquistar a confiaca do mundo do surfe , com sua honestidade e simplicidade de meninos de beira de praia.Se muda alguma coisa deixar meu nome aqui para o senhor Kaneca, eu nao sei, mas deve pelo menos, matar a vontade dele de ler mais um nome no blog dele.este assunto nao deve ser esquecido, mesmo que as partes envolvidas sejam de baixo nive, um menino estava presente, e e para este menino que este debate , quem sabe um dia venha fazer adiferenca.Que ele no futuro possa estar vivendo em uma sociedade que pune os canalhas sejam eles quem sejam, e que ele aqui possa deixar o seu nome ,sobrenome e telefone sem ter medo de retaliacao, da familia e dos amigos dos canalhas.

Anônimo disse...

O problema em postar um comentário e se identificando aqui neste blog não é mais tarde a pessoa sofrer um processo judicial por injúria, calúnia ou difamação. Um processo por danos morais seria o de menos.
O grande problema é a pessoa se identificar e tempos depois acontecer o mesmo que aconteceu com o Zeca Bezerra. As pessoas tem medo é de morrer. Espero que o Sr. Kaneca entenda bem a situação que se passa aqui na provinciana Porto Alegre.

Cryz Engler disse...

Voltando a me comunicar, gostaria de colocar que o Marcelo Kaneca faz um belo trabalho pelo resgate da história do esporte nacional...O Blog Faz a sua função, é muito visitado por pessoas na maioria surfistas até então...Agora atraiu urubus buscando carniça...Gostaram da minha grosseria...Viram como palavras ofendem sim...tem várias formas de se escrever comentários e aqui parece que a maioria não quer apenas ofender ao Caio e sim a uma geração inteira e sobrou até para mim que apenas escrevo sobre o passado do esporte. Afh Maria...Menos por favor!!um grander aloha para todos no melhor signigficado da palavra, para quem sabe é fácil.

Anônimo disse...

Nossa este Fernando tem razao.Tambem sou aqui de Santa Catarina e essa turma botava terror aqui nosul nos anos 80, se salvavam muitos poucos, o resto era tudo bandido mesmo.Em 86 fui para o Havai e a melhor coisa na epoca era ficar quieto e nao dizer que era brasileiro se nao ja saia apanhando, os irmaos Picurutas foram escoltados pela policia pra fora do Havai.Sim o blog tem o intuito de preservar a historia do surfe nacional e isto e valido, agora negar o carater podre desta geracao nao da.

Adriano disse...

A geração do surf dos anos 80, foi de gente cretina, sem carater, bandidinhos que gostavam de levar vantagem em tudo. Só gente da mesma turma ainda teima em engrandecer estes tipos a toa.

Anônimo disse...

Bem disse a Cryz Engler. Esses surfistas bandidinhos tipo Alemão Caio & Cia que cultuam são tudo carniça. Ou seja coisa podre. Aliás, é preferível ser urubu a ser carniça.

Anônimo disse...

Alemão Caio assassinou outra pessoa com nove facadas.
Alemão Caio está na cadeia indiciado por homicídio triplamente qualificado.

Apenas fico curioso para saber qual será o desfecho que a maravilhosa justiça brasileira nos dará.

Anônimo disse...

Escrever sobre o passado de uma historia nescessita pesquisa , e a Cris nao fez, o Kaneca, ja sabia de tudo por que e da turminha.

Cryz Engler disse...

Eu pesquiso a história sim, o passado, não o presente...História é história e não to aqui para falar de turmas, se prestavam ou não, escrevo sobre surf, não sobre caráter. Nã faço parte de nenhuma turma e nem estou defendendo ninguém, até porque não sei de quem vcs falam,como posso ser de alguma turma que não conheço. Desculpa ai Kaneca, mas cansei dessa turma que tá afim de agredir gratuitamente quem não tem nada a ver coma história, se acham que concordo com assassinos estão muito enganados, se acham que vou julgar alguém, estão mais enganados ainda...cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é...Ema ema ema cada um com seus problemas...Eu já tenho os meus, não vou abraçar o mundo, mas por favor parem de me ofender, eu sou uma pessoa que levo asério o meu trabalho e fico muito triste quando sou ofewndida sem ter feito nada para isso. Grata!

Anônimo disse...

Nao fique assim nao Cris, todo mundo tem um ponto negro na vida profissional. Infelizmente ,pela sua idade eu assumo, que voce nao participou dos anos 80, e na sua cabeca,deve ter glamourizado sim estes bandidos, mas nao fique triste , o grande Jorge amado, tambem escreveu lindas palavras sobre o Camarada Stalin, um dos maiores assassinos que a historia ja conheceu.

Realista disse...

Putz, considerando o modo como escrevem nos comentários, é de se questionar os níveis intelectual e de educação desses críticos tão ferrenhos da capacidade de outras pessoas. Basta ver que esse último que assina como "anônimo" não sabe sequer usar vírgula (comete, por exemplo, o erro primário de colocá-la entre sujeito e verbo). E é especialmente estranho que faça referência a Jorge Amado, porque os erros cometidos são típicos de quem não é muito afeito à leitura.

Paulo disse...

Ôoo realista....não seja tão babaca e metido a intelectualóide barato...aqui estamos em um site, fazendo comentários e digitando rapidamente, e é natural que algumas letras, vírgulas e concordãncias possam sair erradas...isto não denota falta de leitura e meu senso critico, independe de meu estopo cultural ou de quantos livros eu tenha lido.

Cryz Engler disse...

Tempo perdido,eu não idolatro ninguém e sinceramente não faz a menor diferença demostrações públicas de desafeto, falem o que quiserem que eu só posso pedir a Deus que tenha piedade!!Senhor piedade!!

Curioso disse...

E afinal, o sujeito já tá solto hj?

Anônimo disse...

O que mais me indigna Marcelo é que os sites e jornais, e grandes meios de comunicação COPIARAM AS FOTOS QUE POSTEI AQUI E USARAM NAS SUAS MATÉRIAS SOBRE O ASSASSINATO, INCLUSIVE MÍDIA TELEVISIVA DE GRANDE NOME. De onde tiraram que podem copiar simplesmente sem saber a origem, a autoria.
Por favor escreva nas fotos que elas tem direitos autorais e quem copiar estará infringindo uma lei. Obrigada Cris Engler

Anônimo disse...

Mais uma coisa Marcelo, coloca meu nome na matéria por favor: Por Cris Engler. Vai evitar que as pessoas pensem que o material caiu do céu, e que basta copiar para ter conteúdo. Vão buscar suas fontes. Grata Cris Engler

Dani.SURF Tramanda. disse...

Pego onda desde o começo dos anos 80, e sou de Tramandaí-RS. Respeito a experiência de surf de Caio Chaves Barcellos, mas como frequentador de campeonatos de surf, eventos que envolvem o esporte, festas, etc., nunca concordei com as atitudes que ele e as "parcerias" dele faziam em torres e atlântida após toda aquela exposição de bons moços que eles divulgavam para se auto-promover. Uma história gloriosa de esporte feita por um psicopata. Esculhambou com o resto da vida dele. Nada muito diferente do que ele, nem sempre "em off" sempre foi. O surf perde. A família da vítima, principalmente, perde. Caio Chaves Barcellos continua preso na Penitenciária de Osório. Até assim ele conseguiu ficar pelo litoral.

Anônimo disse...

Poderiam corrigir a matéria para "pioneiros do surf", que me parece mais correto. Porque isto sim, ele foi no sul, juntamente com outros nomes, assim como outros foram em diversos estados do Brasil. Mas lenda, ídolo, ícone, exemplo, o Alemão Caio nunca foi. Em estados com capital no litoral o esporte se popularizou mais rapidamente e de maneira mais democrática porque bastava ter uma prancha. No RS, a estória é diferente, pois a capital fica longe do litoral. Isso demanda ter condições de transporte, moradia e dinheiro para se deslocar para surfar. Além disso o inverno torna necessário roupas e assessórios que são dispensáveis nos estados mais quentes do país. Ou seja, para os gaúchos, ainda hoje, não é um esporte barato e portanto, estes pioneiros do surf no RS, eram meninos bem nascidos. Por terem iniciado a prática do esporte no RS, se achavam os donos do litoral. Por terem sobrenomes de famílias abastadas, tradicionais e importantes, se achavam superiores a todos, e acima inclusive da lei. Por isso o temor dos vários anônimos em se identificar.
O cara continua preso em uma cela coletiva suja e fétida, conforme reportagem televisiva desta noite na RBS TV. O laudo psiquiátrico revelou que ele tem traços de psicopata, altamente perigoso pois além de ser agressivo, anti-social, não apresenta remorso pelo crime que foi premeditado. Ele achou que se safaria desta também, mas como agora ele está falido, e a família já não tem o poder que outrora teve, está tendo o mesmo tratamento que qualquer cidadão não civilizado merece ter.

Cris Silva disse...

Ahh, só para completar meu comentário acima, pelo que li do site, concluí que tanto a Cris Engler como o Marcelo Kaneca, não são gaúchos. Me pareceu ser um site carioca. Penso que por isso desconhecem como se desenvolveu (na prática) a tal estória do surf nos anos 70 e 80 no RS. Isso não justifica os ataques aos mesmos, que estão tentando resgatar a história do esporte. No entanto, reitero que me parece mais correto coloca-los como pioneiros e não lendas. Isso evitaria o desgaste e as discussões porque o pioneirismo é inegável, mas como referência para o esporte, existem nomes melhores e é claro, vcs, que escrevem o site, não teriam como saber o "lado negro" deste e de outros esportistas referenciados e por vezes, reverenciados também.
Cris Silva

Anônimo disse...

Fernandão disse

Os comentários deste site se tornaram mais sobre as idiossincrasias da sociedade portoalegrense do que propriamente sobre o surf, em si. O assunto se tornou palpitante e muito personagens que ligam presente e passado vieram a tona. Por exemplo o caso da autora de um livro: "Natural do Rio Grande do Sul, Cristina Engler morou boa parte da sua vida no litoral catarinense. Em 2004, resolveu voltar para Porto Alegre após 20 anos em Florianópolis. Apesar de todas as qualidades da capital gaúcha, Cristina não tinha a menor ideia do que faria para viver longe do mar. Foi então que, antes de dormir, ela fez uma oração pedindo a Deus que lhe mostrasse o caminho certo. Na mesma noite, no meio da madrugada, Cristina teve um sonho. Acordou de repente e começou a escrever instintivamente tudo o que vinha na cabeça. No dia seguinte, ela começou a por em prática o que viria a se tornar seu projeto de vida: o livro Sul Maravilha... Já são seis anos dedicados a esse trabalho, que vai contar toda a história do surf na região Sul do Brasil. Um registro para qualquer surfista ter na sua cabeceira..."

E vejam só quem patrocina esta "pérola"(como já foi dito em um comentário aqui do blog):


Ficha técnica
Produção e pesquisa: Cryz Engler
Projeto Lei Rouanet: Liga Cultural
Textos: Gunter Axt
Arte: Flavio Wild
Patrocínio: GERDAU

Isso mesmo, o J.G.Johannpeter, mentor, nos primórdios do surf, do Alemão Caio, descontando um pouquinho dos impostos através das leis de incentivo à "cultura". Dá pra ver pela ficha que a autora não fez sequer o texto do livro...

Kaamang disse...

Deixando de lado os comentários dos até hoje recalcados contra surfistas, anônimos e covardes de nascença, em poucas palavras, o que o cara fez foi o que no far west, ou na favela, chamam de vingar a honra.

Anônimo disse...

Cristina Engler disse:

Fernandão, o livro não trata da vida pessoal do Caio, e mesmo que fosse, não sou hipócrita. Quanta falta de realidade nas palavras dessa turma que usa o espaço para desaguar suas mágoas. Eu produzo o livro, é bem claro isso!! Pesquisei uma história que envolve a história do surf brasileiro. Se tenho um historiador respondendo pela parte histórica é porque estou sendo profissional e se fechei patrocínio através de lei de incentivo é porque me dediquei ao trabalho. Para mim a vida não cai do céu,não tenho o costume de comentar a vida de pessoas que desconheço. Respeite e pense na sua vida e lute pelo que acredita. Vá a luta!!Cuide bem de si!

Chato isso, porque bastou sair no jornal e TV pros loucos voltarem a invadir a coluna...Pobreza...Vão cortar lenha!!
Um Salve à Vida e às pessoas que tem noção da realidade do mundo em que vivemos, e não distribui ódio desvairando acusações e criando polêmica em cima do site e de quem escreve nele.

Mari disse...

Céus! 1 ano e essa discussão não para... mas tem seu valor, deixa vir a tona mágoas e acontecimentos com os quais podemos aprender. Muita coisa foi dita sobre gaúchos e sobre Porto Alegre e quero ressaltar que nos anos 80 (que vivi intensamente), tinha muito jovem politizado, de várias classes sociais, que militava por causas variadas, estudava, fazia arte, praticava esporte, frequentava o Bomfim, era fã de Nei Lisboa, Vitor Ramil, Replicantes etc etc, do pessoal que surgia na Casa de Cinema fazendo cinema com a nossa cara... essa elite decadente era apenas uma pequena parte disso tudo, não generalizem! Usamoa dorga como quase todo jovem da época, mas paramos logo por ver que era roubada, quem continuou se ferrou (cide esse caso trágico). Eu estou chocada com algumas revelações... graças a Deus minha turma era outra... Acampávamos na praia do Rosa e éramos amigas dos locais... sempre respeitamos todas as pessoas. Dessa gente conheci apenas o Caio, uma noite no Porto de Elis, e achava ele até engraçado enquanto meio ridiculo naquela postura de playboyzinho surfista, mas simpático e sedutor... se soubesse que era esse traste de ser humano... credo! Mas, afinal, esse blog tem outros objetivos e é a eles que deve se ater. Mas agradeço ao titular permitir a discussão e a catarse.

Anônimo disse...

a resposta de tudo isso a gente encontra dentro de nos mesmo

Everton disse...

Esses fake legend que se enquadra esse assassino frio e os amigos dele lá de atlântida, torres e qq lugar não representavam porcaria nenhuma. Eram simplesmente uma panelinha que brincava de serem surfistas pro quando na verdade eram uns escrotos babacas filhinhos de papai. Existia muita gente além deles que viveu o surf e foi ao mundo na sua. Eles cavaram uma sepultura para si mesmos e quem ainda não caiu dentro, logo logo vai cair. Teta tem prazo de validade. Esse já era, pode até não ficar muito lá dentro, deveria , se fosse nos EUA era pena de morte, mas aqui ele está morto mais acabado do que já era. E como muitos já disseram antes, todos perdidos. mas eles são um pingo de gente podre. Tem muito mais que fez por merecer.

Anônimo disse...

uma perguntinha ele ta solto ja??? nao né

Anônimo disse...

tenho noticias do hulk ele ta na pior..

Anônimo disse...

O Alemão, precisava de ajuda, julgava que a filha fosse d'ele, o Zeca foi o primeiro namorado da Didi, , o Caio não estava bem, quem o conhecia sabe bem , que havia tentado o suicídio com tiros no próprio coração, tanto que seu apelido em um hospital da capital era BALA DE PRATA!Me admira muito, vc saber que que um cara se sente roubado, tipo , minha CASA , minhas PRANCHAS, minha MULHER, minha vida, e ninguém intervir ou tentar dar um tranco n'ele, quem o conhece sabe bem que quem gritava com ele ou mostrava algum outro caminho ele até tentava seguir, muitas das pessoas que li comentários aqui ....Muito se aproveitaram d'ele, nada justifica o que o Alemão fez , mas quem sabe, o que se passou na hora , na cabeça d'ele, é muito triste tdo isso! DE VERDADE, TUDO ISSO PODERIA TER SIDO EVITADO!!UMA PENA ESTA TRAGÉDIA!

Anônimo disse...

O alemão é e sempre será um ícone do surf, isso ninguém vai tirar d'ele , assim como o Geraldo Ritter...alguém lembra ? Limão Verde? São méritos d'eles!!

Anônimo disse...

sou da familia de umas pessoas que fizeram parte dessa época dos anos 80 e posso dizer que eu sou da nova geração que sou uma ótima pessoa ..não ando com pessoas podres ...sou surfista tambem

Anônimo disse...

tem um guri que é filho de um desses caras conhecidos nos anos 80 , mesma lata que o pai pelo visto, ta sempre com uma bmw.ja foi preso por agredir pessoas ... é só anda na nilo que se encontra esse play boy e pelo visto vai pro mesmo caminho que o pai que era outro monstro nas noites de porto alegre

Anônimo disse...

tem um guri que é filho de um desses caras conhecidos nos anos 80 , mesma lata que o pai pelo visto, ta sempre com uma bmw.ja foi preso por agredir pessoas ... é só anda na nilo que se encontra esse play boy e pelo visto vai pro mesmo caminho que o pai que era outro monstro nas noites de porto alegre

«Mais antigas ‹Antigas   1 – 200 de 205   Recentes› Mais recentes»